Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Exportação de autopeças aumenta 20,6%

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


A despeito da valorização cambial, as exportações de autopeças no acumulado dos cinco primeiros meses do ano cresceram 20,6%, alcançando US$ 1,14 bilhão e consagrando-se como o terceiro item mais exportado dentro do segmento de manufaturados. A participação do setor no total das exportações, no entanto, manteve-se praticamente inalterada passando de 2,3% a 2,2%.

Já as exportações de motores para automóveis passaram de US$ 935 milhões para US$ 1,12 bilhão, mantendo o quarto lugar na lista de produtos manufaturados mais exportados, participando com 2,1% das operações. Os dados são do Siscomex (Secretaria de Comércio Exterior).

No Sindipeças, os dados estão pouco defasados. De acordo com a entidade que representa o setor de autopeças, de janeiro a abril, US$ 2,68 bilhões, incluindo, peças, componentes e sistemas, foram exportados, enquanto US$ 2,19 bilhões foram importados. Comparados com os resultados do ano passado as exportações cresceram 18,6%, enquanto as importações tiveram queda de 1,8%.

De acordo com análise divulgada no site da entidade, a queda nas importações ainda reflete orientações tomadas pelas empresas de outubro do ano passado a fevereiro deste ano, de reduzir as compras no exterior devido à decisão do governo brasileiro de eliminar o desconto de importação de 40% oferecido em peças e componentes. A partir de março o desconto voltou a vigorar, e deve provocar adequação nas compras externas.

Quanto ao crescimento das exportações, Paulo Butori, presidente do Sindipeças, destaca que se trata de movimento inercial e que quando os impactos da valorização cambial começarem a aparecer serão irreversíveis. "As exportações são como um navio. A percepção quando ocorre mudança de direção é extremamente lenta, e depois não há como voltar para a antiga rota de forma ágil".

MERCADOS - O maior mercado das vendas de produtos brasileiros é a América do Norte com 40,06%, enquanto o maior vendedor ao país é a Europa com 48,51% das operações. Fechando um pouco mais o ângulo, Estados Unidos, Argentina e México lideram as compras de peças e componentes com etiqueta made in Brasil com 31%, 17,6% e 8,3% de participação, respectivamente. Na mão oposta, os maiores volumes de importação são originários da Alemanha (16,9%), Japão (15,4%) e Estados Unidos (14,8%).

Chama a atenção no ranking a China. Enquanto as importações de produtos chineses cresceu 63% passando de US$ 36,5 milhões para US$ 58 milhões, as vendas de cá para lá apresentaram retração de 8,2% de US$ 62,4 milhões para US$ 57,3 milhões. Para Índia, que não aparece na lista dos dez maiores mercados importadores, as exportações cresceram 151% para US$ 16,8 milhões.

Diário do Grande ABC/Lana Pinheiro

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google