Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Pólo siderúrgico inaugura novo ciclo econômico em Corumbá

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


Os corumbaenses vivem a euforia da véspera de um evento que pode devolver à cidade o status de riqueza e poder que ostentava até meados do século XX.

Donos da terceira maior reserva de minério de ferro do mundo, o maciço de Urucum, uma montanha com 30 bilhões de toneladas de jaspilito e 890 milhões de toneladas de solo coluvionar, os cidadãos de Corumbá se preparam para receber gigantes da siderurgia que planejam investir mais de US$ 2 bilhões na exploração e transformação do minério, com destino à exportação.

Tanto investimento se justifica: o jaspilito possui teor médio de 54% de ferro, enquanto o solo coluvionar tem em sua composição 63% do metal. Mineral de excelente qualidade, garantem os técnicos do Grupo Inglês Rio Tinto, que divide com a Companhia Vale do Rio Doce os direitos de exploração do maciço. No resto do país as reservas são de 75% de minério fino e 25% granulado, enquanto em Corumbá dois terços do minério são de classificação granulada, o que torna sua redução muito mais viável economicamente.

Com a implantação do pólo minero-siderúrgico o minério será processado na própria região, agregando valor ao produto, que em seu estado bruto vale um décimo do ferro industrializado.

Pólo - A Rio Tinto e a MMX Minerações e Metálicos se articulam para implantar o pólo minero-siderúrgico de Corumbá. O projeto do grupo inglês está em fase de licenciamento e a previsão é que começa a ser executado em meados de 2007. A projeção de geração de riquezas na região, a partir do pólo, é algo extraordinário. Somente na fase de construção seriam US$ 166 milhões em salários. Na operação, outros US$ 53 milhões/ano. Em bens de serviços, US$ 330 milhões/ano; e em impostos, US$ 320 milhões/ano.

O aumento da produção de minério pela Rio Tinto vem se verificando desde o ano de 2000. Do total de 1 milhão de toneladas extraídas em Corumbá, 650 mil toneladas são exportadas para a Argentina e 250 mil para a Europa. No ano passado a Rio Tinto exportou para a Europa, através do transporte hidroviário, 1 milhão de toneladas. Com a implantação do pólo, a Rio Tinto poderá ter uma produção de R$ 15 milhões de toneladas por um período de 30 anos.

Empreendimento vai gerar mais de 3 mil empregos

Em todo o mundo, a Rio Tinto produz 121 milhões de toneladas de minério por ano, se constituindo na maior empresa multinacional do ramo. Conquistou um mercado de US$ 27 bilhões, dos quais US$ 120 milhões em Corumbá, onde já emprega 200 pessoas. Nos cinco continentes onde opera possui 36 mil funcionários.

Outros 566 empregos diretos e 2,6 mil indiretos serão gerados na fase de instalação da usina da MMX Mineração e Metálicos, que terá dois fornos com capacidade para produzir 375 mil toneladas/ano de ferro gusa. A siderúrgica será instalada em uma área de 60 hectares cedida à empresa pelo governo do Estado e que antes pertencia à Zona de Processamento de Exportação (ZPE), criada em 1993, no distrito de Maria Coelho (40 km do centro da cidade). Os investimentos chegam a US$ 75 milhões, ou R$ 161 milhões.

O foco da MMX é abastecer os mercados de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná, e exportar para o Mercosul. A expectativa é que, quando atingir sua plena capacidade, em 2008, o pólo minero-siderúrgico de Corumbá produza até 4,9 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. Em agosto deste ano começa a construção da usina. O ferro-gusa será utilizado como matéria-prima para a produção de semi-acabados.

A Crítica de Campo Grande – MS (Assessoria de Imprensa)

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google