O magnata Roman Abramovich, o homem mais rico da Rússia tem planos para liderar a indústria de siderurgia. Num cenário de consolidação, esta é a única indústria, na Rússia, com hipóteses de desempenhar um papel no concerto internacional referem analistas.

Segundo avança o jornal Kommersant, o magnata que também controla o clube de futebol Chelsea-FC detém 41% do capital social da Evraz, e a ideia de consolidação envolve o grupo Severstal.

O jornal cita Evegueni Chvidler, responsável da Milhouse (holding de Roman Abramovich), para referir que o empresário admite criar um pólo siderúrgico em redor dos grupos Evraz, Severstal e a Metalloinvest.

Recorde-se que a Severstal chegou a celebrar um pré acordo com a Arcelor, antes da companhia europeia ter sido adquirida pela Mittal.

Por outro lado, além do potencial atribuído ao sector de siderurgia, sabe-se que a Rússia é um dos principais actores europeus no mercado do gás natural (reservas e produção).

Autor(es): Dinheiro Digital / Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia