Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Califórnia determina redução de gases poluentes

Mais notícias relacionadas a meio ambiente:

Lubrificantes Fênix minimiza impacto com oxidação térmica
A preocupação com o meio ambiente está no DNA da empresa desde sua fundação.


Empresas de biotecnologia representam Brasil na Bio 2013
Maior convenção do setor acontece em abril nos EUA


Para que servem as cortinas de lodo
Também conhecidas como barreiras de lodo, são usadas para evitar que sedimentos de construção poluam ...


O estado da Califórnia, o mais populoso do país e um dos principais defensores de políticas ambientais nos Estados Unidos, decidiu romper com a posição da Casa Branca e aprovou uma lei de redução de gases poluentes. A assembléia estadual e o governador Arnold Schwarzenegger fecharam um acordo para cortar a emissão de gases que contribuem para o aquecimento global. Pela lei, o estado precisa reduzir sua emissão aos níveis de 1990 até o ano de 2020.

De acordo com o americano The Wall Street Journal, a fiscalização será concentrada nos segmentos econômicos mais poluentes, como refinarias, fábricas de cimento e usinas de geração de energia. Também foi aprovada uma lei de redução de poluentes em carros de passeio e veículos leves de carga.

Ainda não há dados precisos sobre o impacto que a lei causará sobre a economia local, porque a equipe de governo trabalha agora para detalhar as normas. Os analistas acreditam, porém, que a legislação enfrentará problemas jurídicos. Os grandes grupos empresariais também criticaram as medidas, argumentando que elevarão seus custos de produção e reduzirão a competitividade da Califórnia.

Sozinha, a Califórnia representa a sexta maior economia do mundo e responde por 2% das emissões mundiais de gases que contribuem para o efeito-estufa. Apesar das críticas, a lei estadual é menos ambiciosa que o Protocolo de Quioto. Os países industrializados que ratificaram o Protocolo se comprometeram a cortar as emissões de poluentes a um nível 5% inferior ao de 1990. A meta precisa ser alcançada entre 2008 e 2012. O governo americano recusou-se a assinar o acordo, alegando que o Protocolo prejudicaria a competitividade de suas empresas.

Portal Exame

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a meio ambiente:

ABNT lança norma sobre manufatura reversa de eletroeletrônicos

Nesta sexta-feira (19 de abril), a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) apresenta em São Paulo a norma ABNT NBR 16156:2013 - Resíduos de equipamentos eletroeletr ...
Desenvolvimento econômico sustentável

O termo desenvolvimento econômico sustentável refere-se ao saldo de crescimento econômico junto com as necessidades sociais e ambientais. Para que o crescimento econômico seja considerado sustent ...
Como funciona um sistema de esgotos

Um sistema de esgoto de águas residuais move o material isolado a partir de seu ponto de origem, de modo que possa ser eliminado ou tratado. Existem três principais ...
Prós e contras de sacolas reutilizáveis

Com tantos problemas ambientais que assolam o planeta, o ideal seria que todas as pessoas contribuíssem para evitar a poluição originada pelo acúmulo de lixo, especialmente por ...
Poluição causada por produtos plásticos

O plástico tornou-se um produto essencial para as pessoas ao redor do mundo. Desde a sua descoberta por Alexander Parkes em 1852, tem sido um dos produtos mais usados ...
O que é biorremediação

A biorremediação é um método, dentro do campo da biotecnologia, criado para impedir as crescentes ameaças provenientes de formas graves de poluição ambiental. Como o nome sugere ...
Ministro da Economia alemão ainda se opõe a licenças de emissão de carbono

Ministério da Economia da Alemanha continua em oposição a um plano da União Europeia para conter um excesso de oferta de licenças no maior mercado mundial ...

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google