A GE anunciou que dará início à produção de turbinas de avião no Brasil, na unidade de sua controlada GE-Celma, em Petropólis (RJ). A operação deve entrar em atividade ainda este ano, com a fabricação de 50% dos módulos das turbinas para aviões de grande porte.

Até aqui a GE-Celma era responsável pela revisão e manutenção de turbinas das aeronaves Boeing e Airbus que circulam pelo Brasil. Segundo o diretor-presidente da GE-Celma, Marcelo Soares, a decisão reflete o grande interesse que a GE tem demonstrado aviação brasileira, com tráfego aéreo crescente e empresas sadias e a economia indo bem.

Colaborou também na decisão a estrutura da fábrica fluminense: com 850 funcionários e faturamento de R$ 1,050 bilhão em 2005, não foi necessário nenhum investimento na unidade para iniciar a fabricação das peças. A meta inicial é produzir 100 turbinas por ano, que serão exportadas para a GE nos EUA.

A GE tem registrado forte crescimento da sua receita no Brasil. No primeiro semestre, o faturamento da multinacional aumentou 24%. “Deveremos fechar o ano em US$ 2,4 bilhões, o que significa acréscimo de 27% sobre o desempenho de 2005”, explica Alecandre Silva, presidente da GE Brasil. No ano passado o crescimento foi de 40% e, em 2004, de 20%.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos