A siderúrgica japonesa Nippon Steel pretende adquirir 1,7% das ações da Usiminas, maior fabricante de aço do Brasil, informou neste domingo (5) o jornal japonês “Nihon Keizai”. A compra deverá ser concretizada no final deste ano. A Nippon Steel está considerando também a construção de alguns altos fornos no Brasil.

Sob os termos da nova aliança econômica, que serão anunciados oficialmente na próxima semana, o objetivo da Nippon Steel é ampliar sua capacidade de provisão em toda a América e na Europa.

A Usiminas é uma empresa de riscos compartilhados entre companhias brasileiras e japonesas, que começou suas operações em 1962. Entre seus acionistas está a Nippon Usiminas, uma empresa com sede em Tóquio que possui um 19,4% dos valores da Usiminas.

Por sua vez, a Nippon Steel possui 14,4% das ações da Nippon Usiminas, segundo o “Nihon Keizai”, que citou fontes da indústria.

A Usiminas se transformou em um dos grandes produtores mundiais de aço de alta qualidade, graças em parte à assistência técnica proporcionada pela Nippon Steel, que considera agora a necessidade de aportar também seu capital ao desenvolvimento dessa companhia.

A Nippon Steel utiliza o material fornecido pela Usiminas para fabricar pranchas de aço no Brasil, que são vendidas aos fabricantes de automóveis do Japão e de outras partes do mundo.

No que se refere aos altos fornos que a Nippon Steel pretende construir no Brasil para a Usiminas, esta empresa investirá nessas instalações cerca de 400 bilhões de ienes (R$ 7,1 bilhões), segundo os números revelados pelo “Nihon Keizai”.

A meta é fabricar anualmente cinco milhões de toneladas de aço, que permitam multiplicar por 1,5 a atual produção deste metal até 2010.

Autor(es): O Globo

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional