Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Gerdau: quinta sucessão ao longo de uma história de 105 anos

Mais notícias relacionadas a carreira industrial:

O que faz um arqueólogo industrial
Saiba mais sobre um campo profissional novo, a arqueologia industrial.


Consultoria em Engenharia Química
Profissionais do setor lidam com assuntos que vão desde a poluição do ar até o ...


Como melhorar o currículo para Engenharia Mecânica
Engenheiros formados em Mecânica encontram vagas em manutenção, pesquisa, design, desenvolvimento de produtos, testes, qualidade ...


O Grupo Gerdau anuncia uma nova etapa na evolução de sua governança corporativa. É a sua quinta sucessão ao longo de uma história de 105 anos. A definição da nova estrutura levou em conta a dimensão, a complexidade e os desafios do Grupo Gerdau, um dos agentes de consolidação da siderurgia mundial. Também considerou as melhores práticas de grandes empresas no mundo, a partir de estudos com o apoio de consultorias internacionais.

No dia 1º de janeiro, André Gerdau Johannpeter assumirá a função de Diretor Presidente (CEO – Chief Executive Officer) no lugar de Jorge Gerdau Johannpeter, que está à frente da presidência do Grupo desde 1983. Simultaneamente, Claudio Gerdau Johannpeter torna-se Diretor Geral de Operações (COO – Chief Operating Officer), cargo definido para a coordenação operacional dos negócios e a busca de sinergias entre as diversas operações. Desde 2002, André e Claudio atuam como Vice-Presidentes Executivos.

Na mesma data, três integrantes – Jorge Gerdau Johannpeter, Frederico Gerdau Johannpeter e Carlos J. Petry – sairão da atividade executiva, continuando no Conselho de Administração em seus respectivos cargos, Presidente e Vice-Presidentes.

Com 43 anos, André Gerdau Johannpeter presidirá o Comitê Executivo Gerdau (CEG), órgão máximo de direção executiva do Grupo, responsável pela proposição e implementação das estratégias aprovadas no Conselho de Administração.

Na nova posição, torna-se o principal representante do Grupo Gerdau frente aos diversos públicos e, nas responsabilidades de relacionamento e políticas institucionais, será apoiado pelo presidente do Conselho de Administração.

André terá também responsabilidade direta sobre os processos funcionais Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional, Estratégia e Desenvolvimento de Negócios, Finanças e Relações com Investidores, Contabilidade e Auditoria, Tecnologia da Informação, Assuntos Institucionais e Comunicação Corporativa, Jurídico, Projetos Estratégicos e Responsabilidade Social.

Possui 25 anos de experiência no Grupo e hoje lidera globalmente as áreas de Marketing e Vendas, Metálicos, Suprimentos, Logística, Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional.

Anteriormente, também na posição de Vice-Presidente, respondia pela operação na América do Norte (Gerdau Ameristeel) e pelo processo de Tecnologia da Informação. Exerceu também a função de Chief Operating Officer (COO) da Gerdau Ameristeel, abrangendo as atividades nos Estados Unidos e Canadá. Desde 2002 faz parte do Conselho de Administração da Gerdau Ameristeel.

Em 2001, exerceu a função de Diretor de Desenvolvimento de Negócios no Brasil e, em 2002, foi COO para as atividades no Canadá, país onde já havia atuado entre os anos de 1992-1994 como Assistente do Presidente Executivo e Gerente de Recursos Humanos da Courtice Steel, atual Gerdau Ameristeel Cambridge.

Também exerceu diversas funções nas áreas de tecnologia da informação, vendas, recursos humanos e planejamento estratégico. É graduado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e complementou sua formação acadêmica com os cursos General Business Administration, na Universidade de Toronto (Canadá), Marketing, em Ashridge (Inglaterra) e Advanced Management Program na Wharton School - Universidade da Pensilvânia (Estados Unidos).

Claudio Gerdau Johannpeter, 43 anos, torna-se Diretor Geral de Operações (COO), cargo no qual exercerá a coordenação operacional dos diversos negócios - Longos Brasil, Açominas, América do Norte, Aços Especiais e América do Sul. É formado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e acumula 25 anos de experiência no Grupo Gerdau.

Terá também responsabilidade direta sobre os processos funcionais de Marketing e Vendas, Industrial, Suprimentos Gerais, Suprimentos Metálicos, Logística, Engenharia, Meio Ambiente e Energia, Tecnologia de Gestão e Planejamento Operacional.

Na posição de Vice-Presidente Executivo, respondeu pela operação Aços Especiais e, atualmente, pela Açominas. Há quatro anos, também lidera globalmente os processos e investimentos industriais. Desde janeiro de 2006, é membro do Conselho de Administração da Corporación Sidenor na Espanha.

Até 2002, atuava como Diretor-Executivo das Unidades Industriais no Brasil. De 1997 a 2000, dirigiu a Gerdau Aços Especiais Piratini, liderando o processo de turnaround da usina que, a partir de então, passou a ter resultados positivos. Em 1996, atuou como Gerente Industrial da Gerdau Riograndense e, anteriormente, foi Gerente da Aciaria na Gerdau Courtice Steel, no Canadá e Chefe na Aciaria da Gerdau Cosigua no Rio de Janeiro.

Começou a trabalhar no Grupo como estagiário nas usinas, paralelamente às suas atividades acadêmicas. Depois de graduado, atuou em várias áreas de produção - aciaria, laminação, trefila, fábrica de pregos, pátio de sucata, engenharia e controle de qualidade.

No exterior, realizou os cursos Operations Management na University of London (Canadá), Executive Development na Penn State (Estados Unidos) e de Advanced Management Program em Havard (Estados Unidos)

Processo de governança corporativa

O processo de mudança na governança corporativa foi realizado de forma estruturada, seguindo critérios absolutamente profissionais. Iniciado em 2000, contou com o auxílio de consultorias internacionais, além das análises internas, e buscou assegurar tranqüilidade e segurança aos negócios e aos mercados.

A decisão sobre o novo Diretor Presidente e o Diretor Geral de Operações foi tomada de forma consensual entre os membros do Conselho de Administração da companhia. Foram levadas em conta as características pessoais mais ajustadas para liderar globalmente o negócio.

A conclusão da análise resultou que a gestão executiva do Grupo Gerdau deveria continuar com a família controladora, considerando a existência de profissionais capacitados para as funções designadas no novo modelo de governança corporativa. Ressalta-se também o fato de que a trajetória de 105 anos de gestão da família Gerdau Johannpeter frente aos negócios vem sendo marcada por crescimento com rentabilidade, respeito e transparência junto aos diversos públicos internos e externos.

O processo de mudança da governança teve como um de seus marcos históricos o ano de 2002, quando foi criado o Comitê Executivo Gerdau (CEG), com o objetivo de ampliar a capacidade de gestão do Grupo em vista do expressivo crescimento no cenário internacional. Ao longo desses anos, o CEG consolidou-se como um órgão executivo de decisão colegiada, que coordena e supervisiona as Operações de Negócios para viabilizar as estratégias e políticas definidas no Conselho de Administração.

Na mesma época, o Grupo Gerdau passou a contar com membros independentes em seu Conselho de Administração, órgão encarregado de estabelecer as estratégias do Grupo Gerdau e de acompanhar a execução das políticas adotadas.

Conselho de Administração

O Conselho de Administração, centrado no direcionamento de políticas, estratégias e controles, manterá seus atuais membros:

- Jorge Gerdau Johannpeter: Presidente,

- Germano H. Gerdau Johannpeter: Vice-Presidente,

- Klaus Gerdau Johannpeter: Vice-Presidente,

- Frederico C. Gerdau Johannpeter: Vice-Presidente,

- Carlos J. Petry: Vice-Presidente,

- André P. de Lara Resende: Conselheiro,

- Affonso Celso Pastore: Conselheiro,

- Oscar P. Bernardes Neto: Conselheiro.

- Expedito Luz: Secretário

Comitê Executivo Gerdau (CEG)

O Comitê Executivo Gerdau será composto pelo Diretor Presidente (CEO), Diretor Geral de Operações (COO), cinco Vice-Presidentes e Secretário, que se reunirão quinzenalmente. Suas responsabilidades serão divididas por Operações de Negócios e Processos Funcionais visando a implementação das estratégias e políticas aprovadas pelo Conselho de Administração. Seus membros irão trabalhar de forma colegiada – cultura já consolidada no Grupo Gerdau –, buscando uma maior sinergia entre as Operações e, individualmente, com foco na gestão de cada negócio e nos Processos Funcionais para maximizar seus resultados.

Os Processos Funcionais abrangem Marketing e Vendas, Industrial, Logística, Suprimentos Metálicos, Suprimentos Gerais, Estratégia e Desenvolvimento de Negócios, Planejamento Operacional, Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional, Finanças e Relações com Investidores, Contabilidade e Auditoria, Meio Ambiente e Energia, Tecnologia da Informação, Assuntos Institucionais e Comunicação Corporativa, Jurídico, Tecnologia de Gestão e Responsabilidade Social.

O Comitê Executivo passará a ter a seguinte composição:

- André Gerdau Johannpeter (CEO)

- Claudio Gerdau Johannpeter (COO)

- Filipe Affonso Ferreira (Controladoria e Tecnologia de Informação),

- Mario Longhi Filho (Operação América do Norte),

- Osvaldo Schirmer (Finanças e Relações com Investidores),

- Paulo Fernando Bins de Vasconcellos (Operação Aços Especiais),

- Ricardo Gehrke (Operação Aços Longos Brasil),

- Expedito Luz (Secretário)

Grupo Gerdau

O Grupo Gerdau vem desenvolvendo uma trajetória de crescimento internacional alinhado ao movimento de consolidação da siderurgia. Como resultado desse trabalho, é líder na produção de aços longos das Américas e ocupa a 14ª colocação entre os maiores grupos siderúrgicos mundiais. Conta com 18,7 milhões de toneladas de aço de capacidade instalada anual, 32 mil funcionários e 157 unidades industriais em nove países. Suas empresas possuem ações listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova York, Toronto e Madri.

A capacidade de gestão do Grupo Gerdau está baseada nas políticas de negócios, experiências acumuladas, inteligência coletiva de decisão e sistemas estruturados de gestão. O Gerdau Business System (GBS), por exemplo, reúne as melhores práticas internas em todos os processos do negócio, além de incorporar práticas de excelência identificadas por meio de benchmarking externo. Com isso, o GBS permite a evolução e a consistência na gestão dos processos funcionais e operações de negócios, estabelecendo uma linguagem comum para atuar em diferentes culturas e mercados, buscando aliar crescimento e rentabilidade.

Gerdau

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a carreira industrial:

DHL Supply Chain inicia Programa de Trainee 2013

A DHL Supply Chain, líder mundial em logística, recebe inscrições para seu Programa de Trainee de 2013 até o dia 8 de janeiro de 2013. Os candidatos ...
O que faz um inspetor de controle de qualidade

Um inspetor de controle de qualidade é responsável por garantir os mais altos padrões de excelência na produção e fabricação de bens de consumo. Esse profissional ...
Petrobras lidera ranking das preferidas para trabalhar no Brasil

Pela quinta vez consecutiva, a Petrobras ficou no topo do ranking das empresas mais desejadas do Brasil para se trabalhar. O estudo foi feito pela consultoria Aon Hewitt, que entrevistou ...
Senac promove 2º Fórum de Engenharia

No próximo dia 27/10 (sábado), das 11 às 12h30, a unidade Santo Amaro do Centro Universitário Senac em São Paulo realiza o 2º Fórum ...
Tipos de empregos para engenheiros elétricos

Existem hoje vários empregos diferentes na área de engenharia elétrica. Esses profissionais são responsáveis por tudo, desde a concepção e desenvolvimento de equipamentos elétricos ...
O que faz um engenheiro de análise de falha

Um engenheiro de análise de falhas faz parte de uma equipe envolvida em determinar onde está o potencial para a avaria na fabricação de um produto ou no ...
10 dicas para entrevistas de emprego em Engenharia

Vagas de emprego em Engenharia estão em alta atualmente. Geralmente, esses profissionais são cobiçados pelas empresas porque preenchem um nicho técnico específico. A qualificação ...

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google