O faturamento global da Dormer Tools em 2006 deve crescer 7%, em relação ao ano passado. Para o presidente mundial da empresa, Fabrizio Resmini, que esteve em São Paulo para inaugurar o centro de treinamento da Dormer Brasil, esse resultado é uma combinação de fatores, entre eles: aumento de volumes, melhores preços e o bom desempenho em alguns mercados, em especial na Europa, Austrália e China.

Um dos trunfos desse crescimento, porém, está no processo de reposicionamento mercadológico que a empresa vem imprimindo nos últimos anos. Sem se afastar do mercado de ferramentas consideradas commodities, a corporação vem buscando aumentar sua participação no mercado mundial com produtos inovadores. Um bom exemplo é a broca A001, de aço rápido, que trouxe uma nova geometria, de melhor performance e que conquistou clientes nos 40 países onde a empresa atua.

Agora, em 2006, foi lançada uma versão dessa broca, a A002, uma evolução da geometria da A001, mas com ponta revestida de nitreto de titânio. "Essa nova broca também foi muito bem aceita no mercado mundial e já representa 30% de nossas vendas em brocas standard de aço rápido", informa Resmini. A broca A002 conta com geometria de ponta que aumenta a velocidade de penetração da ferramenta no material, assegura excelente centragem, que garante a precisão do furo, e pode ser aplicada nas mais diversas classes de materiais.

As brocas A001 (que será descontinuada) e a A002 em parte contribuiram para desmentir as teorias de que as brocas de aço rápido estavam com seus dias contados, sendo substituídas pelas de metal duro. "Existe esse movimento", reconhece Resmini, "mas o mercado para brocas de HSS ainda é bem maior que o de metal duro". Segundo o presidente mundial, a Dormer tem conseguido ampliar sua fatia no mercado mundial de aço rápido.

A verdade é que a Dormer tem investido nos dois segmentos: HSS e solid carbide. Tanto que, do faturamento atual de 140 milhões de euros, 60% são obtidos com produtos lançados nos últimos três anos. Uma das novidades na área de metal duro é a broca MP-X (DIN 6537), nas versões curta e longa, com e sem refrigeração. Para essa broca foi desenvolvida uma geometria especial, de alta performance, visando conquistar fatias importantes na área de aplicação geral de ferramentas de metal duro.

MACHOS - Outro segmento que tem recebido especial atenção na nova estratégia é o de machos. A Dormer planeja ampliar fortemente nessa linha em todos os mercados onde atua. A linha Shark está sendo ampliada, com produtos cada vez mais específicos e de alta performance. E o Brasil - que hoje responde por 13% dos negócios da Dormer - tem lugar de destaque também nesse ponto da estratégia, já que a fábrica de Interlagos está recebendo investimentos para ampliar a capacidade de produção. "Além disso, estamos estudando a transferência para o Brasil de uma linha que está no Reino Unido", informa Resmini.

No momento, a Dormer também investe na implantação de uma nova fábrica de fresas de metal duro na Itália, numa fábrica de machos na Índia e na estruturação de um escritório de vendas na China. Com sede em Milão, na Itália, e 1.300 funcionários, a Dormer mantém seis fábricas no mundo e é líder de mercado na Itália, na Suécia, no Reino Unido, Bélgica, Holanda e Luxemburgo.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia