A Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST), subsidiária da Arcelor Mittal, atrasou o cronograma de inauguração da expansão na área de placas para meados de abril, devido a gargalos na instalação do lingotamento contínuo, afirmou executivo da empresa à Steel Business Briefing.

“Nós já recebemos alguns dos equipamentos e alguns deles estão prontos para entrar em operação mesmo antes do lingotador, como as baterias de coque”, diz o executivo.

Ele afirma que a inauguração é esperada para o período entre 8 e 20 de abril. O novo equipamento, inclusive o alto-forno adicional, elevarão a capacidade nominal da usina para 7.5 milhões de toneladas por ano de aço bruto.

Na subsidiária argentina do grupo, a Acindar, o executivo diz que a expansão em curso será finalizada no início do terceiro trimestre, como esperado. Como já noticiado, após a expansão a Acindar terá uma produção nominal de laminados da ordem de 1.6 milhão de t/a.

As informações foram publicadas pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia.

Autor(es): Gazeta Online

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos