A China deverá produzir cerca de 460 milhões de toneladas de aço bruto em 2007. A nova estimativa amplia em 10% a produção registrada em 2006.

A informação é da agência estatal Xinhua. De acordo com a Comissão Estatal de Desenvolvimento e Reforma (CEDR), a produção de 2006 alcançou os 418,78 milhões de toneladas, um incremento de 18,48% sobre a produção de 2005, quando a taxa de crescimento atingiu 7,28%.

A CEDR afirmou que a demanda de aço em setores como a construção, bens de capital, montadoras, papel e celulose, petroquímico, energia elétrica, transporte e eletrodoméstico continuarão a crescer nos próximos anos na China. O governo chinês informou ontem que o país vai crescer 9% em 2007, em ritmo mais lento que nos últimos 4 anos.

A CEDR diz que as siderúrgicas chineses enfrentam o problema do rápido e desorganizado crescimento da capacidade de produção, além da contínua elevação de preços das matérias-primas, como o minério de ferro.

Autor(es): Agência Brasil

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional