A Timken Company anunciou na semana passada, nos EUA, que fechará até o final do ano a fábrica que mantém em São Paulo. A Timken manterá a presença no Brasil por meio de sua organização de vendas, marketing e centro de distribuição, para atender às necessidades de seus clientes e rede de distribuidores.

A fábrica brasileira entrou em operação em 1960 e produzia rolamentos de rolos cônicos de zero até oito polegadas de diâmetro. Atualmente emprega cerca de 300 pessoas.

Segundo o press release da Timken, distribuído no dia 9 de março, "o fechamento da fábrica de São Paulo trará melhoria ao desempenho da Divisão Automotiva da Timken em razão da eliminação de redundâncias na fabricação, além de maior alinhamento da estrutura global de manufatura aos níveis esperados de demanda futura".

A presidente da Divisão Automotiva da Timken, Jacqueline A. Dedo, justificou: "Após o expressivo declínio na produção de veículos por alguns dos clientes norte-americanos ocorrido em 2006, adequaremos nossa capacidade de manufatura com a finalidade de ajustá-la mais proximamente aos níveis de demanda futura. Em face das redundâncias existentes na produção, consolidaremos as linhas de produtos em um número menor de fábricas, com maior foco no aumento de eficiência e redução de custos fixos."

Ainda segundo o press release, o fechamento da fábrica no Brasil é parte do esforço contínuo da Timken para aumentar o desempenho de sua Divisão Automotiva. A empresa deu início a um processo de reestruturação em 2005 e redução da força de trabalho em 2006, que deverão gerar, até 2008, economias esperadas de cerca de U$$ 40 milhões e U$$ 35 milhões, respectivamente. Desde 2005, a empresa já reduziu mais de 2.500 postos de trabalho na Divisão Automotiva, incluídos nesse número os funcionários da já vendida unidade global de negócios de colunas de direção.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas