A empresa CSB Produtos Químicos vai instalar em Volta Redonda, no interior fluminense, a maior planta de processamento de biodiesel do País. A usina, com capacidade para produzir 120 milhões de litros anuais, inicia as operações já em março, segundo nota divulgada hoje pela empresa. A unidade de biodiesel será anexa à linha de ativos de química orgânica e da linha de fabricação de tetracloreto de estanho da Cesbra Químicos e Soldas, empresa adquirida pela CSB do Grupo Brascan.

A compra foi formalizada hoje em ato realizado na sede da Prefeitura de Volta Redonda. A CSB atua no ramo de fabricação e comercialização de produtos químicos em geral e tem programa de expansão no segmento de biodiesel. Os ativos adquiridos darão origem a uma nova empresa, denominada Cesbra Química. Os investimentos e o valor da negociação não foram divulgados.

Fundada em 1951, a Cesbra tornou-se na década de 60 uma empresa integrada, com fabricação de soldas e produtos químicos em Volta Redonda, e mineração de cassiterita e metalurgia de estanho, em Rondônia. Com a decisão do Grupo Brascan de concentrar suas atividades em outras áreas, como energia e imóveis, as atividades de mineração e metalurgia da Cesbra foram vendidas à Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em 2005. A venda dos ativos de química orgânica e tetracloreto pela Cesbra para a CSB atendeu ao objetivo do Grupo Brascan (vinculado à Brookfield Asset Management, do Canadá), de assegurar a continuidade e expansão do empreendimento e a manutenção dos empregos, acrescenta a nota.

Autor(es): Estadão

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas