WEG reforça sua parceria com a Petrobras com um fornecimento de 120 mil litros de produtos.

O acordo foi assinado para o abastecimento de 120 mil litros de tintas à plataforma Mexilhão, na Bacia de Santos, onde a petroleira descobriu a maior reserva de gás natural não associado do Brasil. Com um investimento inicial de US$ 1,5 bilhão a empresa pretende antecipar a construção de 2009 para 2008.

A WEG Tintas, especializada também no segmento marítimo e offshore, vem participando em todos os projetos de construção das diversas plataformas da Petrobras. Para o empreendimento da Mexilhão a companhia aplicará a linha WET SURFACE: desenvolvida com tecnologia de ponta para superfícies molhadas e/ou condensadas. O Lackpoxi 76, produto que dá nome à linha, tem alta proteção anticorrosiva e excelente aderência.

O esforço concentrado em pesquisa nos segmentos marítimo e offshore tem feito da WEG Tintas parceira em muitos dos projetos de construção e reformas das diversas plataformas da Petrobras. Recentemente ela forneceu 600 toneladas de tintas à P-52, P-54 e PXI (uma plataforma de Rebombeamento Autônoma). Estes fornecimentos demonstram a experiência e a capacidade da empresa em atender a indústria de Óleo e Gás com produtos específicos para cada aplicação dentro do segmento. Além de tintas, outros produtos WEG como motores, geradores, transformadores e painéis equipam plataformas de extração de petróleo e navios de apoio às mesmas.

Semelhante à P-40, hoje em operação no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos, a nova plataforma será fixa. Do ponto de vista estratégico, avaliam especialistas, o campo de Mexilhão - que tem reservas estimadas em 400 bilhões de m3 - apresenta potencial para tornar o país muito menos dependente das importações de gás da Bolívia. Atualmente o Brasil importa cerca de 26 milhões de metros cúbicos de gás.

Com um custo total de US$ 2 bilhões, a Plataforma do Mexilhão será instalada a uma lamina d água de 172 metros de profundidade, a aproximadamente 20 quilômetros do campo. Cada módulo terá capacidade para processar 7,5 milhões de m3 de gás por dia. Posicionada em um local estratégico, entre o campo de Mexilhão e a unidade de tratamento de gás a Petroleira permitirá que ela trate também o gás proveniente de outras áreas de Santos.

Autor(es): Marketing - WEG

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás