A Seco Tools do Brasil estima crescimento na casa dos dois dígitos em 2007, ainda que avalie que o mercado de ferramentas de corte no País cresça em torno de 5 a 8%. O desempenho acima da média do segmento se deve a alguns fatores, entre eles à nova estratégia de atuação da empresa, a novos produtos e aos investimentos na fábrica de especiais da empresa, em Sorocaba (SP).

Antonio Fernando Pereira, diretor-presidente da Seco Tools do Brasil, lembra que vários setores industriais grandes consumidores de ferramentas de corte estão em crescimento - caso da indústria automobilística, de autopeças, de máquinas agrícolas e das indústrias fabricantes de equipamentos para usinas. "Eu acredito que 2007 será melhor que o ano passado. Até porque o PIB também deve crescer mais este ano, entre 4% e 4,5%, o que nos dá uma previsão mais otimista", diz.

O executivo conta que em 2006, apesar do mercado de ferramentas ter registrado uma leve queda, a Seco Tools conseguiu obter desempenho positivo. Ele explica que a estratégia da empresa de estar muito próxima ao cliente, foi fundamental para se atingir esse crescimento.

Segundo Fernando Pereira, em 2006, empresas de vários setores - especialmente as autopeças e as que exportam - fizeram enormes esforços para reduzir os custos, até como forma de compensar a defasagem cambial, com o objetivo de produzir mais com o menor custo possível. "O fato de estarmos próximos de nossos clientes, ouvir e atender suas necessidades, nos permitiu um desempenho acima da média, o que pretendemos repetir em 2007", informa. "Mais do que nunca estamos focados em oferecer ao cliente a melhor solução em termos de produtividade com o menor custo possível".

Nessa estratégia, a fábrica de especiais é essencial para os planos da Seco Tools. "Somos um fornecedor que apresenta soluções completas ao cliente, o que invariavelmente envolve ferramentas conjugadas, especiais, que a fábrica nos possibilita", conta. Por isso, a empresa investiu R$ 2 milhões em 2006, na adequação das instalações e também em máquinas e equipamentos de controle da qualidade. Em 2007, está previsto o investimento de mais R$ 1,5 milhão no aumento da capacidade de produção. Hoje, a fabrica representa 10% do faturamento da filial brasileira.

O diretor-presidente também está bastante otimista com os mais recentes produtos lançados pela matriz da empresa, na Suécia. Entre esses se sobressai a nova cobertura atomicamente modificada DurAtomic, inicialmente introduzida na linha de torneamento, tem obtido excelente acolhida dos clientes, em função o desempenho até 30% acima das convencionais. Em breve, a DurAtomic estará disponível em todas as linhas da Seco Tools.

Há 46 anos no Brasil, a Seco Tools é hoje uma das lideres do mercado de ferramentas de corte com representações e distribuições em vários estados do País.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia