Em agosto, entra em operação, oficialmente, a E-Tec e-manufactured parts, empresa que vai atuar no mercado de prototipagem rápida. Instalada em Cambuí (MG), em área de 1 mil m², a E-Tec já chega ao mercado com cinco clientes, todos da área automotiva.

Kenneth Rasimas, diretor da empresa, informa que a tecnologia utilizada será a de sinterização a laser, da empresa alemã EOS - Electro Optical Systems. Essa tecnologia possibilita a construção de protótipos funcionais em nylon (com fibra de vidro, alumínio, fibra de carbono e fibra resistente a fogo), poliestireno, modelos para fundição de areia e aços (para a produção de cavidades de molde de injeção plástico e alumínio.

Rasimas avalia que o potencial de mercado para protótipos funcionais no Brasil é grande. Segundo ele, este é um segmento que no exterior tem crescido muito nos últimos. Para ele, no Brasil, o processo ainda é pouco conhecido. Para alterar esse quadro, a empresa planeja promover uma série de workshops.

Além da indústria automotiva, a E-Tec pretende atender vários outros setores, como o de implantes ortopédicos e dentários, embalagens, arquitetura, entre outros. "É um mercado muito amplo", afirma Rasimas, acrescentando que o atendimento poderá ser feito via internet, com o envio de arquivos de CAD, no formato IGES. Dependendo da complexidade, a peça pronta poderá ser entregue de 1 a 2 dias.

"Nossa expectativa é a de instalarmos uma nova máquina a cada seis meses", informa Rasimas.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas