A Saint-Gobain Sekurit, uma das principais fabricantes de vidros automotivos do País, anuncia o lançamento do Programa de Reciclagem Sempre Vidro. Considerado uma das atividades de responsabilidade social da empresa, o Sempre Vidro consolida o projeto piloto iniciado em fevereiro do ano passado, com objetivo de estabelecer um processo de reciclagem do pára-brisa laminado.

Renato Holzheim, diretor-geral da Saint-Gobain Sekurit, esclarece que o Sempre Vidro leva o Programa de Reciclagem incentivado pela empresa a uma nova fase, com o envolvimento de lojas e oficinas instaladoras de vidros automotivos localizadas em diversos pontos do País, mediante a conscientização dos seus responsáveis e funcionários.

"Com esse programa, em vez de serem destinados aos aterros, o vidro e o PVB (Películas de Polivinil Butiral) serão aproveitados para a fabricação de uma série de produtos. O vidro moído é fornecido às empresas fabricantes de copos, pratos, garrafas etc. O plástico, por meio de pesquisas realizadas pela Sekurit, será reaproveitado na produção de tintas, ta petes e utensílios de borracha, entre outros", destaca Holzheim.

A identificação de uma recicladora com tecnologia disponível de separação do vidro e do PVB - materiais de composição do pára-brisa - foi fundamental para o estabelecimento do processo de reciclagem. "Após a parceria com a empresa recicladora, conseguimos o apoio das principais distribuidoras de vidros de várias capitais brasileiras e, agora, partimos para um universo muito mais amplo, formado pelas instaladoras, responsáveis pela substituição dos pára-brisas e de outros vidros danificados", ressalta o executivo.

De acordo com Holzheim, a adesão das instaladoras vai ajudar a diminuir o descarte dos pára-brisas e fortalecer a imagem das empresas participantes. Explicou que todas as lojas vão receber uma caçamba com a identificação Sempre Vidro. O programa prevê um processo logístico para o recolhimento periódico das caçambas e encaminhamento do material coletado ao processo de reciclagem.

Durante o primeiro ano de duração do projeto piloto, com apenas uma empresa especializada o programa já atingiu um volume superior a 100.000 pára-brisas reciclados e evitou que fossem destinados aos aterros sanitários. O executivo lembra que o vidro é praticamente indestrutível. O PVB somente é neutralizado após mais de 500 anos. E salienta que, com a produção mundial na média de 60 milhões de veículos, sem o processo de reciclagem os aterros sanitários serão alimentados de forma predatória à natureza.

Estudos realizados pela Saint-Gobain Sekurit indicam que, mensalmente, são substituídos no Brasil em torno de 120.000 pára-brisas. Para ilustrar os prejuízos ambientais decorrentes da falta de um processo de reciclagem, ao peso médio de 15 quilos por unidade, os aterros sanitários recebem volume superior a 20 mil toneladas/ano de vidros.

Além dos benefícios ambientais, o Programa de Reciclagem é uma nova atividade de negócios proporcionando a abertura de empregos, pelo fato de as recicladoras atuarem como fornecedoras de matérias-primas para os fabricantes de vidro e de produtos à base de plástico.

Autor(es): Assessoria de Imprensa da Saint-Gobain

facebook      twitter      google+

Comentários

17/07/10 às 10:09h
ricardo
bom dia.
eu tenho uma grande quantidade de PVB.
gostaria de saber se posso enviar a vcs.
e aonde posso entregar esse produto.
sem mais,
Ricardo
19/07/10 às 09:24h
Renata Branco, da Redação

Olá Ricardo!

Somos um portal informativo que apenas veicula matérias de cunho industrial. Por isso, peço que encaminhe suas dúvidas em relação à reciclagem de PVB para a empresa responsável, a Saint-Gobain Sekurit, através do link http://www.saint-gobain-sekurit.com.br/faleconosco.asp. Neste link você poderá mandar suas dúvidas e sugestões.

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente