Na semana passada, tomou posse a nova diretoria da CSMF - Câmara Setorial de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados da Manufatura da Abimaq. O novo presidente da CSMF é Roberto M. Schaefer, da Cross Hueller Indústria de Máquinas, e os vice-presidentes são: André L. Romi, da Indústrias Romi; Evandro L. Orsi, da TM Bevo; Alfredo V. Ferrari, da Ergomat; Arthur M. Gutmann, da Indústria de Máquinas Gutmann; Antonio R. Pereira, da Asamaq; e Antonio A. do C. Mamede, da ThyssenKrupp Production Systems.

Na cerimônia de transmissão do cargo, o ex-presidente da Câmara, André L. Romi, afirmou que "o setor de máquinas-ferramenta é tão importante que não deveria sair da agenda estratégica de nenhum país que deseja crescer".

Schaefer, em entrevista ao usinagem-brasil, disse que os planos da CSMF são os mesmos da nova diretoria da Abimaq. "Iremos lutar pelos mesmos princípios", afirmou. Entre esses, destacou a luta pela isonomia tributária entre as máquinas produzidas internamente e as importadas. "Essa concorrência hoje é desigual, favorecendo às importadas", disse. O detalhamento dos planos da nova diretoria da CSMF, porém, só ocorrerá em janeiro, quando da primeira reunião da nova gestão.

HOMENAGEM - Durante a cerimônia, a nova diretoria fez uma homenagem a Hisao Misawa, diretor de Comercialização de Máquinas-Ferramentas da Romi, que está se aposentando após "45 anos e alguns meses de trabalho na Romi". Durante esses anos, Misawa também dedicou parte de seu tempo à Abimaq, tendo iniciado quando a entidade ainda se chamava Simesp.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos