A Volkswagen resolveu partir para o ataque a guerra de preços que trava com as siderúrgicas. Pela primeira vez em muitos anos, a montadora decidiu importar aço da Europa para cumprir seu programa de produção no Brasil. O lote inicial é de 6.000 toneladas. A Volks promete ampliar a importação se a situação das entregas do aço nacional não se normalizar. A montadora usa cerca de 12.000 toneladas/mês do aço plano. Outras montadoras podem seguir o exemplo. A Volks se queixa do fato de as siderúrgicas estarem priorizando a exportação, especialmente à China, em vez de atender a indústria nacional. Por isso, a montadora decidiu comprar aço na Europa, mesmo tendo de pagar cerca de 30% a mais em razão das tarifas de importação. O preço puro é o mesmo.

Autor(es): Infomet

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional