Entre 2008 e 2012, a Volkswagen Caminhões e Ônibus irá investir R$ 1 bilhão na ampliação da sua capacidade produtiva, no desenvolvimento de novos produtos e novas tecnologias que otimizem o consumo de combustível e preservem o meio ambiente.

O investimento será dividido entre o desenvolvimento de novas motorizações para caminhões e ônibus, criação de linhas de produtos em nichos ainda não explorados, novos modelos e aplicações na linha atual, e pesquisa de fontes alternativas de combustíveis, bem como sua eficiência. Também estão previstos recursos para o aumento da capacidade produtiva na fábrica de Resende (RJ).

"É importante frisar que esses valores serão totalmente custeados pela Volkswagen Caminhões e Ônibus, tanto com o reinvestimento dos resultados de suas operações quanto com financiamentos oficiais. Essa atitude tem se repetido desde 1996, quando iniciamos o primeiro de três ciclos seguidos de investimentos no valor de R$ 1 bilhão cada um", disse Roberto Cortes, presidente da empresa.

Em 2007, a Volkswagen Caminhões e Ônibus produziu quase 50 mil unidades, um recorde histórico. A empresa é atualmente o maior fabricante de caminhões do País, com cerca de 37 mil unidades montadas em 2007. Além de fornecer modelos completos para o Brasil e cerca de 30 países, a fábrica de Resende também exporta kits para linhas de montagem em Puebla, no México, em Port Elizabeth, na África do Sul, em Bogotá, na Colômbia.

A Volkswagen produz os modelos Constellation, Worker e Delivery, todos criados no Centro Mundial de Desenvolvimento em Resende, em parceria com engenheiros da Volkswagen Veículos Comerciais da Alemanha. Ao todo, a unidade produz 29 modelos, de semileves a extrapesados. São produzidos ainda dez diferentes chassis de ônibus Volksbus, destinados ao uso urbano e rodoviário.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia