A International Engines South America acaba de modernizar os seus laboratórios de motores, instalados na fábrica de Canoas (RS) e no Centro de Administração e de Negócios, em São Bernardo do Campo (SP). As novas instalações exigiram investimentos da ordem de US$ 1 milhão e fazem parte do programa de lançamento da nova família NGD (Nova Geração Diesel), que ocorrerá a partir do segundo semestre, com o NGD 3.0E. Esse motor será o primeiro com 3.0L de capacidade cúbica do País dotado de sistema de alimentação "Common Rail" com injetores de acionamento piezoelétricos.

Os laboratórios da fábrica de Canoas contam com uma bancada de emissões, recentemente atualizada com avançados equipamentos austríacos AVL, para fazer testes para EURO III necessários aos motores que estarão em produção a partir do final de 2004. A unidade de São Bernardo do Campo, responsável por atender testes necessários para o desenvolvimento de novos produtos, recebeu nova bancada de emissões norte-americana HORIBA MEXA 7200, juntamente com três novos dinamômetros. Com os quatro dinamômetros já existentes da bancada HORIBA MEXA 200, utilizadas no testes de Euro III desde 2001.

Com os novos equipamentos, a International Engines terá recursos para realizar testes para ciclos transientes, necessários para EURO IV. Em São Bernardo do Campo, o laboratório está sob a responsabilidade da Engenharia de Desenvolvimento e em Canoas, da Engenharia de Qualidade.

Nos testes de ciclos transientes, o motor simula exatamente a condição de seu funcionamento no veículo. São realizadas medições durante as fases de aceleração e desaceleração de acordo com o ETC (European Transient Cycle), exigido para motores que atendam aos requisitos Euro IV, previstas para 2009. Além de EURO IV, estes ciclos de testes também podem ser aplicados a motores que atendam aos requisitam EURO III, que entrarão em vigor no Brasil em 2005.

Simultaneamente aos novos recursos dos laboratórios, a International Engines promoveu a modernização em outras instalações da fábrica, para atender aos requisitos de produção da família NGD. Atualmente, as linhas de montagem contam com recursos eletrônicos para o acompanhamento do nível de qualidade de produção, como a sala branca e a área de inspeção visual, e robôs que realizam a aplicação de adesivos para uma série de componentes do motor.

Com os recursos eletrônicos introduzidos na fábrica, a International Engines South America mantém-se como o fabricante de motores com as mais modernas instalações da região do Mercosul.

Autor(es): Secco Consultoria de Comunicação

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação