Tungaloy ganha reforço técnico para crescer no PaísA Tungaloy - que firmou em 2007 joint venture com a OSG para atuar no Brasil - acaba de ganhar um reforço técnico para deslanchar no mercado brasileiro. No início de 2008, a empresa transferiu para o Brasil o engenheiro Takashige Aoyama, que veio ocupar o cargo de diretor Técnico Comercial e atuar na promoção e desenvolvimento da linha no País.

Aoyama vai atuar no suporte técnico aos clientes, acompanhamento de testes e também na formação e treinamento das equipes de vendas e de técnicos da OSG Tungaloy. Em uma de suas primeiras atividades no País, Aoyama esteve na F+M+U, em Joinville (SC), apresentando as mais recentes novidades da linha para os clientes brasileiros.

O diretor optou por destacar as linhas mais direcionadas ao mercado de ferramentarias, como as fresas de faceamento TAW. Segundo Aoyama, as fresas TAW se destacam pelos corpos e insertos com ângulo de ataque positivo que reduzem as forças de corte e ainda contam com arestas reforçadas que oferecem maior estabilidade e resistência durante a usinagem.

De acordo com o diretor, essas fresas são ideais para máquinas de pequeno porte ou antigas, pois otimizam o uso da potência das mesmas. Segundo Aoyama, "as fresas TAW tiveram grande aceitação pelas ferramentarias japonesas, que em sua grande maioria são equipadas com máquinas de pequeno porte e pouca potência". A situação, pelo que pôde observar até aqui, não é muito diferente do que ocorre no Brasil. "Vejo grande potencial de uso dessas fresas no Brasil, pois a maioria ainda utiliza ferramentas com ângulo de corte negativo", explica.

NOVAS CLASSES - Aoyama também destacou na feira as novas classes da Tungaloy: T9000 e T5100. O diretor explica que a classe T9000 tem cobertura CVD e é voltada para o torneamento de aços. "A classe T9000 utiliza nova tecnologia de cobertura, batizada de bridget-over, que se caracteriza por camadas mais finas e densas, de maior adesão ao substrato".

Já a classe T5100 - que também utiliza a tecnologia bridget-over - é voltada à aplicação em ferros fundidos cinzento e nodular. Aoyama explica que os insertos dessa classe têm granulação refinada e superfície da camada alisada. Além disso, a presença da alumina na composição da camada de cobertura amplia a resistência da soldagem do cavaco à pastilha, evitando a formação de arestas postiças.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos