A Iscar do Brasil registrou expressivo crescimento no mercado catarinense no primeiro bimestre de 2008, em comparação ao mesmo período de 2007. Segundo Henrique Castiglione, gerente Nacional de Vendas, o aumento foi de 44%. "Prova do interesse que a linha da Iscar tem despertado em Santa Catarina é que lotamos o auditório no dia de abertura da Feira F+M+U, quando fizemos o seminário de lançamento da linha Sumo Tec", afirma.

As vendas da Iscar no mercado catarinense são em sua grande maioria realizadas através do distribuidor Wifer. Segundo Wilfried Koff, diretor da empresa, vários fatores explicam o forte crescimento da marca no Estado. Um deles é a estrutura da Wifer - que já atua há 13 anos no mercado - e que conta com corpo técnico bem-preparado e bem-sucedido na tarefa de mostrar o que é possível fazer para melhorar a produtividade dos clientes. "Também organizamos seminários in company e treinamentos e, além disso, o mercado catarinense está aquecido", diz.

Koff lembra outro dado importante: com a forte concorrência internacional as ferramentarias e autopeças de Santa Catarina estão mais abertas a novas tecnologias, tanto em termos de máquinas quanto de ferramentas. "Assim, além de aumentarmos nossa participação nos clientes habituais, temos tido abertura em novos clientes para apresentar nossa tecnologia e nossos serviços", justifica.

"Em termos de distribuição aqui em Santa Catarina já somos líderes do mercado", garante Koff. Para ele, esse dado é ainda mais expressivo na medida em que a concorrência entre os fabricantes de ferramentas no Estado se tornou mais acirrada. "Há quatro anos existiam apenas seis fornecedores atuando em Santa Catarina. Hoje são quase 20 marcas disputando esse mercado".

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas