O estudo publicado pela Global Industry Analysts (www.strategyR.com) - "Machine Tools: A Global Strategic Business Report" - informa que no período 2001-2010 o mercado mundial de máquinas-ferramentas deve crescer em média 7,2% ao ano. Segundo o estudo, em 2010 o mercado deve movimentar US$ 68,8 bilhões.

O segmento de máquinas para remoção de cavacos respondeu pela maior fatia do mercado mundial de máquinas-ferramenta em 2007: 58,53%. A estimativa é que este segmento também será o de maior crescimento no período, com incremento médio anual de 7,6%.

O estudo aponta que o principal consumidor de máquinas-ferramentas no mundo continua sendo a indústria automobilística, com cerca de 42.78% do total. O setor de maior crescimento, porém, é o de eletroeletrônica, com aumento médio anual de 9% no período.

Ainda segundo o relatório, o Japão segue como o maior fabricante de máquinas-ferramentas, respondendo por 22% do total produzido, seguido por Alemanha, China e Itália. O maior consumidor é a China, responsável por 20% do consumo mundial, seguido de Japão e EUA.

Segundo os autores do estudo, a forte demanda da China e o crescente consumo em toda as economias asiáticas aumentaram o volume e o valor das vendas de máquinas-ferramentas. No entanto, frisam os autores, trata-se de um mercado que se caracteriza pela extrema sensibilidade às condições econômicas. "A Turquia, assim como países da América Latina, incluindo o Brasil, devem registrar crescimento acima da média mundial", diz o relatório.

O estudo envolveu grandes fabricantes de máquinas, entre eles: Agie Charmilles, Allied Machine, Amada, Cincinnati, Doosan Infracore, Fanuc, Giddings & Lewis, Gildemeister, Hardinge, Makino, Mori Seiki, Okuma, Otto Bihler, Shanghai Machine, Sodick, Spinner, Tajmac - ZPS, Trumpf, Walter AG e Yamazaki Mazak.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos