O balanço do primeiro trimestre divulgado pela Indústrias Romi na semana passada aponta crescimento de 23,4% no volume de entrada de pedidos de máquinas-ferramenta, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em relação ao trimestre (set/dez de 2007) anterior o aumento é de 6,2%.

Com isso, a carteira de pedidos da Divisão de Máquinas-Ferramentas no balanço recém-divulgado é 31,4% maior que a apresentada no primeiro trimestre de 2007 e 29,5% superior à do quatro trimestre do ano passado. No relatório que acompanha o balanço, a Romi destaca o bom desempenho obtido no primeiro trimestre de 2008, "uma vez que, usualmente existe uma redução natural dos negócios neste período". Para a Romi, a boa performance nos negócios se deve "à expansão da atividade econômica e à capacidade da companhia em atingir os pequenos clientes, com diferenciais importantes quando comparado com os concorrentes".

Segundo o diretor-presidente da Romi, Livaldo Aguiar dos Santos, este início de 2008 "foi muito bom para todas as nossas unidades de negócios e confirmam todas as nossas expectativas em termos de resultados de cada uma das unidades de negócios". No primeiro trimestre, a receita operacional líquida consolidada foi de R$ 152,9 milhões, com expansão de 21,9% na comparação com os três primeiros meses do ano anterior. Já o lucro líquido atingiu R$ 25,9 milhões, valor 37,9% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. "A Romi soube aproveitar de forma eficiente, a demanda gerada pelo bom desempenho da indústria brasileira", afirma Santos.

A unidade de Máquinas para Plásticos também apresentou bons resultados no primeiro trimestre de 2008, com destaque para o crescimento da receita operacional líquida de 54,8%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Já a Unidade de Negócios Fundidos e Usinados apresentou alta no faturamento de 21,6% no primeiro trimestre de 2008, comparado ao mesmo período de 2007. Segundo a Romi, esse desempenho se deveu em parte ao aumento da demanda dos setores de equipamentos para geração de energia e máquinas agrícolas. Foram vendidas no período 5.575 toneladas, com acréscimo de 22,8% em relação ao mesmo período de 2007.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos