A subsidiária brasileira da Alcoa fechou um acordo de 20 anos com a também brasileira Eletronorte para comprar 500 megawatts de eletricidade ao ano. A energia suprirá o fundidor de alumínio da refinaria de Alumar, em São Luís.

Ao garantir esse fornecimento, a Alcoa Aluminio buscará a autorização e aprovação para expandir sua participação em São Luís em 30%, levando a capacidade de fundição para 262 mil toneladas por ano.

Além disso, a companhia estuda a possibilidade de desenvolver a reserva de bauxita de Juriti, também em solo brasileiro. A decisão de tocar adiante esse projeto, cuja estimativa de investimento é de US$ 350 milhões, deve sair no segundo semestre deste ano. Os dados estão na página eletrônica da Alcoa.

Autor(es): Infomet

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia