Após suspender o processo no mês passado, a Indústrias Romi S.A. informa ter concluído a aquisição dos ativos da Sandretto Industrie S.r.l., fabricante italiana de injetoras de plástico. O acordo preliminar de aquisição foi anunciado pela indústria brasileira em 15 de maio.

Tradicional fabricante italiana de injetoras de plástico, a Sandretto conta com duas unidades fabris nas cidades italianas de Grugliasco e Pont Canavese, na região de Turim, além de quatro subsidiárias comerciais na Europa e vários centros de serviço, escritórios de venda e representações comerciais em diversos países.

"A operação faz parte da estratégia de internacionalização da Romi e permitirá a expansão dos negócios da empresa no segmento de máquinas para processamento de plástico, tanto no Brasil quanto nos mercados internacionais", afirma o diretor-presidente da Romi, Livaldo Aguiar dos Santos. Segundo ele, a Romi pretende expandir suas bases de produção e de mercados, ganhar escala e otimizar custos, potencializando o seu crescimento nos mercados em que atua.

A Romi tem três objetivos estratégicos com a aquisição: ampliar a base de distribuição de seus produtos, aproveitando a ampla rede comercial da Sandretto; desenvolver um centro tecnológico numa região com know how reconhecido no setor de máquinas e ampliar sua política de desenvolvimento mundial de fornecedores.

Entre a aquisição dos ativos, de estoques operacionais e novos aportes a serem feitos nos próximos dois anos, a empresa investirá € 13,5 milhões. O negócio foi realizado pela Romi Italia S.r.l., empresa subsidiária integral indireta da Romi. Fundada em 1946, a Sandretto já vendeu mais de 30 mil equipamentos em todo o mundo. Sua linha de produtos é composta de injetoras de plástico com capacidade de 75 a 5.500 toneladas de força de fechamento - parâmetro que determina o tamanho da peça plástica produzida.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia