A Iscar lançou recentemente no mercado mundial uma nova família de fresas de topo e fresas de facear, ajustáveis, para operações de usinagem em alta velocidade (HSM). A nova linha foi projetada para atender a usinagem de alumínio, materiais não-metálicos, ferro fundido e aço temperado, especialmente em aplicações automotivas e aeroespaciais.

A fabricante informa que, dinamicamente balanceadas, as fresas foram projetadas especificamente para trabalhar com pastilhas de diamante policristalino (PCD) ou de nitrato cúbico de boro (CBN), protegendo suas arestas e oferecendo acabamentos de superfície surpreendentes. Também acomodam pastilhas de metal duro Helimill - também indicadas para operações HSM.

Tanto nas fresas de topo, como nas fresas de facear, os furos de refrigeração internos garantem uma face de corte resfriada, melhorando a expulsão de cavacos e a resistência à formação de arestas postiças. Os alojamentos da pastilha nas fresas oferecem um apoio traseiro flexível, que pode ser ajustado por um parafuso inclinado, permitindo o posicionamento axial da aresta de corte a 0,002 mm.

As fresas de topo, denominadas E90AD, estão disponíveis com hastes HSK A63 em quatro diâmetros de 25 a 50 mm. As fresas de facear, denominadas F90AD, cobrem a gama de diâmetro de 50 a 80 mm, também em quatro tamanho.

Quando utilizadas com as pastilhas de metal duro Helimil, as fresas HSM ajustáveis oferecem uma ação de corte extremamente suave com forças de corte baixas. "As arestas de corte helicoidais das pastilhas Helimill entram suavemente no trabalho, um pouco de cada vez, como tesoura cortando o papel, para reduzir o impacto das cargas na face de corte", diz naterial de divulgação da empresa.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos