Com investimento total de R$ 145 milhões, a Impsa Wind - do grupo argentino Impsa - está instalando no complexo industrial do Porto de Suape, em Pernambuco, sua primeira fábrica no Brasil. Em área de 270 mil m² - 13 mil m² de área construída - a unidade irá produzir já em seu primeiro ano de operações 66 unidades aerogeradoras de 1,5 MW (megawats), que atenderão três parques eólicos no Ceará. Em seguida, serão produzidas outros 145 aerogeradores para 10 parques eólicos localizados em Santa Catarina.

Segundo a empresa, até 2010, com a conclusão da terceira etapa de instalação, a fábrica terá 40 mil m² de área construída e capacidade para fabricar 200 aerogeradores de 1,5 MW por ano - dependendo da demanda a produção anual poderá ser ampliada para 300 unidades. Além disso, a fábrica também terá capacidade de fabricar turbinas e geradores para centrais hidroelétricas de grande porte começando em 2010.

Na segunda e terceira etapas estão prevista a ampliação da fábrica para poder produzir também turbinas e geradores hidroelétricos e uma fábrica de pás. A prioridade é abastecer o mercado local e regional com 100% da produção destinada aos projetos nacionais. No futuro, a expectativa é exportar 40% da produção.

Segundo Luis Pescarmona, diretor-geral do grupo Impsa no País, "o Brasil apresenta excelentes oportunidades para o desenvolvimento de energias renováveis como a hidroelétrica e a eólica. Os ventos aqui oferecem o dobro da qualidade da média mundial e tenho certeza que, com uma política sustentável firme, haverá crescente demanda do mercado nacional, o que fará que a indústria seja cada vez mais competitiva para o setor de energia". Até o final de 2008, a fabrica contará com 300 funcionários de alta qualificação. Em 20010, com o final da terceira etapa, a previsão é gerar 1.500 postos de trabalho diretos e indiretos, com estimativa de mais de 95% do quadro contratado localmente.

IMPSA - Grupo centenário, fundado em 2007 em Mendoza (Argentina), o Impsa opera em 30 países dos cinco continentes nos segmentos de energias renováveis, sistemas portuários, autopeças, serviços ambientais e sistemas de automação. Emprega 5.400 mil pessoas em todo mundo, 1.600 em projetos hídricos e eólicos. No Brasil, onde ocupa a posição de 2º maior desenvolvedor de parques eólicos, está presente há mais de 25 anos, com escritórios em SP, MG, CE, PE, MT e SC.

O grupo é formado pela empresas Impsa Hydro, fornecedora e pioneira de soluções integradas para hidroelétricas; Impsa Energy, que atua na engenharia de financiamento e gerenciamento de projetos integrais; Impsa Port Systems, segundo maior fornecedor de guindastes para portos no mundo; TCA, segundo maior fornecedor de chicotes de fio no Mercosul; Impsa Serviços Ambientais, de gerenciamento de gerenciamento de resíduos.

A Impsa Wind, que atua nas áreas de desenho, fabricação, instalação e operação de equipamentos de geração eólica, mantém fábricas de aerogeradores na Argentina, Brasil e Malásia e tem faturamento anual estimado de R$ 900 milhões.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia