Um sistema de sincronismo entre os dois carros guinchos permite operar a Ponte Rolante de 35 toneladas instalada na área de montagem da Voith Paper com precisão e segurança. Essa foi uma das facilidades propiciadas ao equipamento e que resultou da reforma realizada pela Yaskawa Elétrico do Brasil, empresa especializada em automação industrial, que também respondeu pelo projeto de engenharia. Com base no estudo das condições iniciais, foram feitas várias modificações, desde o projeto elétrico e englobando o desenvolvimento do software de controle, implantação do sistema e acompanhamento de produção, além do fornecimento de todos os painéis elétricos customizados conforme a necessidade do cliente.

De acordo com José Luiz Rubinato, diretor geral da Yaskawa, o trabalho exigiu uma análise criteriosa para que todas as rotinas de controle fossem baseadas nos padrões de operação já existentes e que eram utilizados pelo cliente. Nesse sentido, foram empregados os inversores de freqüência da família F7 para acionar os movimentos da Ponte, estando todos interligados através da Rede Mechatrolink II, em conjunto com o Controlador de Movimentos MP2200.

“Os F7 foram escolhidos por serem inversores de uso geral com controle vetorial de fluxo e apresentam como características grande versatilidade, alta durabilidade, facilidade de manutenção e alta performance”, explica o diretor. Todos são controlados pela Rede Mechatrolink II e, com isso, é possível reduzir os sinais necessários para o controle dos inversores a apenas 2 fios, o que resultou em um painel de montagem simples e de fácil manutenção, além de possibilitar um maior aproveitamento dos recursos dos dispositivos e acesso total aos parâmetros e monitores disponíveis.

O diretor da Yaskawa destaca ainda que o projeto da ponte incluiu a utilização do Controlador de Movimentos MP2200, que é, na verdade, um equipamento dedicado ao controle de movimentos maximizando a performance dos inversores de freqüência F7, mas difere destes por ser capaz de controlar todas as tarefas típicas de um CLP (Controlador Lógico Programável).

Esse conjunto de soluções propiciou uma série de melhorias, como maior agilidade e precisão dos movimentos, principalmente aqueles relacionados ao sincronismo entre as Elevações Principais 1 e 2, Elevações Auxiliares 1 e 2 e Direção dos Carros 1 e 2. Foi possível ainda reduzir o balanço da peça (carga) durante os movimentos com a Direção do Carro, o que facilita o transporte das peças em velocidades altas, além de permitir rastrear falhas específicas da aplicação de Ponte Rolante através do uso da Interface Homem-Máquina.

“Executamos um excelente trabalho e empregamos a solução mais adequada para a aplicação da Ponte Rolante que nos foi apresentada pela Voith”, destaca Rubinato. Os resultados obtidos atingiram os objetivos propostos e até superaram as expectativas a ponto de a Yaskawa ter sido chamada para realizar a reforma de outras pontes rolantes na Voith.

Autor(es): Assessoria de Imprensa da Yaskawa

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas