Uma das maiores fabricantes mundiais de equipamentos agrícolas - proprietária das marcas Massey Ferguson, Valtra, Challenger, Fendt e Sfil - a AGCO manterá os planos de investimento de US$ 150 milhões no Brasil de 2008 a 2010. A informação foi dada na semana passada, durante coletiva de imprensa, com a presença do presidente mundial do grupo, Martin Richenhagen, e do vice-presidente sênior e gerente-geral da AGCO na América do Sul, André M. Carioba.

Na coletiva, Richenhagen destacou a importância do Brasil para a estratégia de crescimento global da corporação e enfatizou os resultados do terceiro trimestre, que indicaram fortes vendas na região da América do Sul. A AGCO deve registrar crescimento de 26% em 2008 na receita de US$ bilhões. A América do Sul representa 36% deste total, sendo que o principal mercado é o Brasil, seguido da Argentina. "As condições favoráveis de mercado no Brasil e na Argentina contribuíram significativamente para o aumento no volume de vendas durante os primeiros nove meses de 2008", afirmou.

Já André Carioba informou que a AGCO América do Sul manterá o plano de investimento de US$ 50 milhões ao ano, distribuídos entre as fábricas do grupo na região. 20% desse montante, em 2009, serão aplicados na duplicação da capacidade da Sfil, fabricante de implementos agrícolas de Ibirubá (RS), adquirida pelo grupo em 2007.

Ainda segundo Carioba, no início de 2009 será anunciado o município que abrigará a nova unidade da Valtra, voltada para a produção de colheitadeiras de cana-de-açúcar. A nova unidade deve ficar no Estado de São Paulo, segundo o gerente-geral. Mogi das Cruzes, onde a Valtra já mantém uma unidade, está entre as prováveis cidades escolhidas para receber o investimento.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia