Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

São Paulo ganha livro sobre bioenergia

Mais notícias relacionadas a energia:

Parques eólicos offshore
Plantas de geração de energia podem ser erguidas em rios, lagos e no mar.


Como funciona a Caixa de Bloom
Esta é uma adaptação da tecnologia de células de combustível de óxido sólido, que gera ...


O que é combustível sem fumaça
Alguns combustíveis sólidos comuns que normalmente são considerados sem fumaça são carvão antracite, coque, carvão ...


A publicação, que pode ser consultada gratuitamente na internet, aborda o histórico da produção de bioenergia no estado e a importância de São Paulo no setor, que é responsável por 60% da produção de etanol no Brasil, além dos benefícios ambientais, vantagens econômicas e as ações promovidas pelo governo para o incremento da produção.

O conteúdo da publicação teve origem em seminários técnicos conduzidos pela Comissão de Bioenergia do Estado de São Paulo. Ao todo foram oito seminários que contaram com mais de 500 participantes, nos quais foram debatidos 14 temas de referência previamente preparados por especialistas.

Segundo Alberto Goldman, vice-governador e secretário de desenvolvimento, com a recente expansão do uso do etanol no mundo como combustível mais limpo do que a gasolina, a cultura da cana-de-açúcar em São Paulo está crescendo rapidamente: o aumento de produtividade na produção de etanol (em litros por hectare) tem sido superior a 3% ao ano nos últimos 30 anos.

“O que o governo do Estado deseja é que essa produtividade continue a aumentar e que a expansão seja feita de forma pouco agressiva, tanto do ponto de vista social como ambiental”, destacou no prefácio da obra, que tem tiragem de 2 mil cópias em língua portuguesa e 500 em inglês.

O livro foi organizado pelo coordenador da Comissão de Bioenergia do Estado de São Paulo e presidente consultivo do Centro Nacional de Referência em Biomassa, José Goldemberg, em parceria com o pesquisador do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Francisco Nigro, e com a secretária executiva do Centro Nacional de Referência em Biomassa, Suani Coelho.

Mais informações: www.desenvolvimento.sp.gov.br

FAPESP

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a energia:

Destilador usa energia solar para purificar água

A empresa israelense SunDWater lançou um dispositivo ecológico e de baixo custo e manutenção que usa energia solar para limpar água poluída ou salgada. A novidade ...
Cummins Diesel concentra forças no Nordeste brasileiro

O término de algumas obras do PAC e a conclusão de unidades fabris no Nordeste do Brasil nos últimos anos têm levado empresas do setor energético ...
Como funciona um ímã supercondutor

Um ímã supercondutor é um eletroímã, onde as bobinas são feitas de um supercondutor tipo II. Ele pode facilmente criar campos magnéticos contínuos de 100.000 Oersted ...
Energia mecânica elétrica

Energia mecânica elétrica pode ser criada de duas maneiras: com um gerador elétrico ou um motor. O termo gerador elétrico é usado para descrever uma série ...
O que é sustentabilidade energética

A sustentabilidade energética desempenha um papel importante no nosso mundo e na atual geração populacional. É uma forma de sermos capazes de fazer uso dos recursos presentes num processo ...
Chile solicita licitações para exploração solar na América do Sul

O Chile vai solicitar propostas no próximo ano para construir a maior fazenda solar da América do Sul, pois o governo pretende dar o pontapé inicial de investimentos ...
Campanha da Eletrobras desmistifica energia nuclear

A Rota da Energia Nuclear, novo projeto da Eletrobras, tem como objetivo explicar de forma didática como é feita a produção de energia nessas usinas. A ação, criada ...

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google