OSG vai ampliar a fábrica em ManausApós inaugurar as novas instalações em Bragança Paulista (SP), a OSG começa a preparar a expansão da unidade fabril de Manaus (AM). A empresa já deu início às obras de terraplenagem no terreno doado pela Suframa, dentro do Pólo Industrial de Manaus (PIM).

A fábrica de Manaus opera há cerca de 2 anos e meio em um galpão alugado, de 1.500 m², fora do PIM. O novo terreno tem 6 mil m² e terá área construída de 3 mil m², distante cerca de 1 mil metros das instalações da Moto Honda. Segundo Claudemir Baffi Parrão, gerente da Unidade de Manaus, serão investidos entre R$ 7 e 8 milhões apenas nas obras civis, que devem ter início em meados de 2009.

Hoje, a produção em Manaus conta com duas afiadoras de 5 eixos, 4 retificas e três afiadoras convencionais. "Quando a unidade ficar pronta, a idéia é dobrar o número de máquinas de 5 eixos e de máquinas auxiliares", informa Parrão, lembrando que em Manaus, além de serviços de reafiação, são fabricadas apenas ferramentas rotativas especiais da linha High Tech.

De acordo com o gerente, a OSG tem boas expectativas com o mercado amazonense, que considera com grande potencial de crescimento. "No segmento de duas rodas, que é onde atuamos mais fortemente, as empresas têm investido bastante. A Showa, por exemplo, adquiriu recentemente 12 máquinas CNCs e a Nissin Brake acaba de acrescentar 15 ou 16 máquinas ao seu parque fabril", conta, observando que a OSG acertou na decisão de abrir uma unidade em Manaus. "A proximidade com os clientes locais gerou maior confiabilidade e segurança na nossa marca, detalhes muito importantes em se tratando de ferramentas especiais".

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia