Manutenção corrretivaManutenção corretiva é mais uma entre tantas formas de manutenção em máquinas, ferramentas e equipamento em geral. É realizada após uma falha ou problema surgido em um equipamento, com o objetivo de restaurar a operacionalidade do sistema. Em alguns casos, pode ser impossível de prever ou prevenir uma falha ou avaria e, nesse caso, a manutenção corretiva torna-se a única opção.

Em outros casos, um sistema de manutenção deficiente pode exigir reparos, como resultado da manutenção preventiva insuficiente e, em algumas situações, os gestores podem optar por concentrar os esforços apenas na manutenção corretiva, em vez de preventiva ou preditiva, como parte de uma estratégia anteriormente fundamentada no plano de manutenção.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

A manutenção corretiva é realizada em intervalos imprevisíveis, porque o tempo de um componente falhar não é conhecido, a priori. O objetivo da manutenção corretiva é restaurar o sistema para um funcionamento satisfatório dentro do menor tempo possível. Dessa forma, é normalmente realizada em três etapas. A primeira delas é o diagnóstico do problema.

O técnico de manutenção deve levar algum tempo para localizar as partes do sistema que falharam ou não operaram satisfatoriamente, avaliando a causa da pane do sistema. Depois disso, o responsável pela manutenção passa para a fase de reparação e/ou substituição do componente defeituoso.

Uma vez que o motivo da falha do sistema foi determinado, devem ser tomadas medidas para resolver o problema, geralmente, substituindo ou reparando os componentes que originaram a falha. Logo em seguida, é realizada a verificação da ação de reparação. Quando os componentes em questão passam pelo processo de reparo ou substituição, o técnico de manutenção deve verificar se o sistema é novamente operado com sucesso.

Planejamento da manutenção corretiva

                                                                      Planejamento da manutenção corretiva

A manutenção corretiva é dividida em corretiva planejada e não-planejada. Em algumas plantas indústrias, ambos os tipos de manutenção corretiva são denominados manutenção corretiva previsível e manutenção corretiva não-previsível. A manutenção corretiva não-planejada, ou não previsível, é considerada a reparação da falha de modo ocasional e aleatório, ou seja, é a correção da falha ou demonstração de desempenho insatisfatório após a identificação do fato ocorrido.

A manutenção corretiva não-planejada é totalmente indesejável na grande maioria das plantas industriais, por causar sérios danos à produção, na medida em que paralisa por tempo indeterminado as linhas de produção, reduz os lucros e gera mais custos com ações de manutenção corretivas que não estavam previstas no plano de manutenção anual, inclusive com aquisição, de última hora, de peças para troca de ferramentas adequadas. A urgência em comprar peças que não estavam disponíveis no estoque faz com que a equipe de compras e suprimentos, muitas vezes, não tenha tempo hábil para pesquisar preços e lidar com prazos de entrega da maneira mais adequada.

Já a manutenção corretiva planejada é, muitas vezes, decorrente de uma preditiva, e por isso mesmo, a equipe de manutenção pode se precaver e prever futuras intervenções corretivas em equipamentos e maquinários em geral. No caso da manutenção corretiva planejada ou previsível, a correção de uma falha acontece em função de um acompanhamento preditivo, detectivo, ou até pela tomada de decisão por parte dos gestores de aplicar medidas de manutenção somente após a falha. Esse tipo de manutenção é feita de forma planejada e, em decorrência disso, tudo que é feito de maneira planejada torna-se mais seguro, mais barato e mais rápido.

Inegração da manutenção preventiva

Inegração da manutenção produtiva

Em alguns casos, durante a manutenção preventiva, quando é liberada no sistema informatizado uma ordem de serviço especificamente para esta ação, é comum que o profissional detecte algum problema no equipamento que exija a manutenção corretiva. Neste momento, o ideal é que o profissional encerre  a primeira ordem de serviço de manutenção preventiva no sistema e só então abra nova ordem requerendo os reparos de correção.

Cabe lembrar que a manutenção, em todas as suas metodologias, é parte crucial para o desempenho satisfatório e contínuo de máquinas, equipamentos e importantes linhas de produção.  Além da lucratividade, as empresas, atualmente, buscam sua excelência no mercado corporativo e, para conseguir conquistar o sucesso pleno, um diferencial competitivo em termos de planejamento eficaz de manutenção, pode pesar na balança.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção