Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Aço Villares já opera novo bloco laminador

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


A Aços Villares iniciou oficialmente a operação de novo bloco laminador na Usina de Pindamonhangaba, São Paulo. Em teste desde fevereiro, o projeto recebeu investimento de US$ 18 milhões – sendo 50% financiados por bancos e o restante pela fabricante italiana do laminador Danieli – e até o final do ano deve aumentar em 10 mil toneladas a produção mensal de barras e bobinas de aço da empresa, atualmente de 35 mil toneladas.

A empresa agora negocia o valor da fabricação e implantação de bloco calibrador que entraria em operação em janeiro de 2006 na usina, encerrando ciclo de investimentos de R$ 400 milhões, iniciado no ano 2000 com a aquisição do controle acionário da Aços Villares pela espanhola Sidenor.

Produção 20% maior

De acordo com o diretor de Construção Mecânica da Aços Villares, João Bosco Martinelli, o novo bloco aumentará a produção em 20% em comparação a 2003. “O mercado interno está pressionado e temos recebido muitas encomendas de forjarias e do setor de autopeças. Por conta disso reduzimos o volume de exportações de 22% em 2000 para 12% em 2003. Agora teremos capacidade para atender a todos”, disse Martinelli.

Com a venda da subsidiária Villares Metals para a Bohler-Uddeholm em março deste ano, a venda de aços especiais não planos para a construção mecânica passou a responder por 85% do faturamento da empresa, contra 15% da parte de cilindros para laminação. A expectativa é de que a receita bruta com a venda desses produtos salte de R$ 1,166 bilhão no ano passado para R$ 1,7 bilhão em 2004. O faturamento bruto global da Aços Villares em 2003 foi de R$ 1,95 bilhão e a receita líquida de R$ 1,646 bilhão, com a venda de 621 mil toneladas de aço.

A entrada em operação do bloco possibilitará a otimização de outros investimentos realizados na aciaria, entre eles um forno panela e lingotamento contínuo, bem como as linhas automáticas de acabamento e inspeção. A produção se destina principalmente a fábricas de autopeças, que usam o aço na fabricação de suspensões, motores, transmissões, caminhões, ônibus, tratores e máquinas agrícolas.

O novo laminador foi construído pela fabricante de equipamentos italiana Danieli, uma das financiadoras do projeto e com quem é negociada a construção do bloco calibrador para barras. “O calibrador permite dar melhor qualidade à superfície das barras e maior tolerância dimensional”, explica Martinelli. Segundo o executivo ele significará um incremento de mais 30 mil a 35 mil toneladas produzidas pela Aços Villares anualmente. A capacidade instalada da Usina de Pindamonhangaba para a produção de aço bruto para a construção macânica passa a ser de 720 mil toneladas por ano.

"Esse ano pretendemos elevar a produção de 500 mil toneladas para 620 mil toneladas e, até 2007, chegar a 750 mil toneladas. O objetivo por enquanto é manter nossa liderança nesse mercado com a concretização desses investimentos", diz Martinelli. Hoje a participação da Aços Villares no mercado de aços para construção mecânica, onde compete com a Aços Finos Piratini, do Grupo Gerdau, é de 60%. Já na área de cilindros de laminação a participação é de 83%. A Aços Villares manterá investimentos complementares em suas outras duas usinas, em Mogi das Cruzes e Sorocaba.

Infomet

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google