A Master Sistemas Automotivos, fabricante de freios e uma das sete integrantes das Empresas Randon, de Caxias do Sul (RS), vem registrando recordes históricos no seu desempenho de 18 anos de atividades. Depois de ter fechado o exercício de 2003 com crescimento de 45% na sua receita líquida proveniente das vendas internas e de um aumento de 27% nas exportações em relação a 2002, a empresa fecha o primeiro semestre deste ano de 2004 com 213.559 unidades de freios produzidas contra as 173.732 fabricadas entre janeiro e junho de 2003, o que representa aumento de 22,92% no período. O crescimento firme e continuado da Master é que determinou a sua classificação como a melhor do setor automotivo no Brasil, conforme ranking da Revista Exame, cuja distinção foi recebida pela empresa, em São Paulo, nesta quinta-feira, 1º de julho.

O bom momento do agronegócio e o avanço das exportações brasileiras são as causas mais evidentes da boa performance da Master, uma vez que ambos os setores de atividades são altamente demandantes de logística, especialmente na área de veículos de transporte para o escoamento e distribuição da safra, com reflexos diretos no consumo de autopeças.

Fundada em 1986, a Master foi a primeira joint venture entre a Randon e a norte-americana ArvinMeritor. Está à frente do mercado nacional de freios a ar para veículos comerciais, com 56% de participação e responde por 100% do fornecimento para os implementos Randon. “Sem descuidar do mercado internacional, nossa estratégia é ampliar ainda mais a presença da Master no mercado interno”, afirma o diretor Sérgio Onzi. Para isso, aposta no avanço da marca Master tanto no mercado de caminhões, como ônibus e implementos. A Master também responde por mais de 60% do fornecimento de freios para a indústria de caminhões e detém uma participação em torno de 38% para ônibus e 60% para semi-reboques.

As 15 melhores empresas do setor, segundo a revista Exame, eram a seguintes: Master, Mitsubishi Motors, Cinpal, Guerra, FCC, Mahle Metal Leve, Sifco, Embraer, Fiat, Pellegrino, Autometal, Gevisa, Dana Albarus, Borlem e Magneti Marelli Cofap.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia