Dicas para reduzir o consumo de águaMais de 90% da água doce do mundo é consumida nos setores agrícola e industrial. Tendo em vista que esse número é bastante impressionante, a produção de carbono não é o único fator a ser levado em consideração pelos fabricantes sobre a possibilidade de alcançar um futuro sustentável para o meio ambiente. É fundamental que os fabricantes também identifiquem soluções que permitam reduzir o dispêndio de água e aumentar a eficiência dos processos de produção. Como tal, a Siemens, uma das maiores empresas que investem em responsabilidade ambiental, recomenda as seguintes cinco dicas para reduzir o consumo de água, aproveitando as diferentes formas de reaproveitamento e economia nos mais simples atos.

1 - Reveja, anualmente, suas estratégias de gestão de consumo da água, procurando sempre adotar medidas de reaproveitamento da água e evitando ao máximo seu desperdício no ambiente doméstico e na empresa. Sempre que houver a possibilidade, procure reduzir o desperdício de água com banhos demorados e outras ações do tipo. Peça conselhos de especialistas, essa é uma dica bem bacana. Existem tecnologias disponíveis que oferecem soluções sustentáveis para os fabricantes. Ao fazer uma auditoria, a empresa pode identificar maneiras de controlar o uso de água.

2 - Trate a água como um recurso valioso! Água tratada não é um recurso inesgotável e requer recursos tecnológicos para tratá-la. As estatísticas mostram que em 2030 quase 50% da população mundial estará vivendo em áreas de escassez elevada de água. Assim, quanto mais administrarmos bem o uso da água, melhor para todos. E para isso, vale também pensar em conjunto, não apenas individualmente.

3 - Recicle! A coleta, o tratamento e a reciclagem de água durante o processo de produção pode reduzir o uso de água ao que seria equivalente a milhões de galões por ano, bem como é uma das formas mais eficazes de poupar dinheiro. O fabricante sempre é capaz de colocar em prática novos processos para recuperar e tratar a água utilizada.

4 - Reduza o desperdício: Uma estratégia de gestão eficaz de consumo de água pode ajudar a reduzir e evitar o desperdício. Mesmo tendo um olhar mais atento com relação à utilização da água em ambientes residenciais, devemos identificar outras formas de reaproveitamento que resultarão em grandes economias.

5 – Considere a relação de produção água-energia. Os custos com energia representam cerca de 30% dos custos operacionais em instalações de tratamento de água. Os avanços de tecnologia, tais como uma melhor automação, as tecnologias de reaproveitamento de resíduos e tecnologias para geração de energia podem significar uma maior eficiência energética. Portanto, não basta olhar para o uso da água, siga o uso da eletricidade também.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente