Engenheiros de segurançaEngenheiros de segurança são profissionais especialistas em projetar e implementar novos procedimentos, processos e equipamentos para melhorar a segurança nos locais de trabalho, especialmente nas grande indústrias e fábricas onde o índice de acidentes de trabalho é bastante significativo. Um engenheiro pode especializar-se na investigação e no desenvolvimento de novas máquinas, ou se concentrar em identificar e corrigir riscos de segurança. Muitos profissionais são contratados diretamente pelas fábricas, empresas de construção e companhias de mineração. Depois de formados, outros encontram uma oportunidade para entrar no mercado profissional como consultores de segurança do trabalho ou fiscais de empresas de seguros ou de agências governamentais.

Muitas fábricas e indústrias de grande porte e muitas multinacionais contratam equipes de engenheiros especializados em segurança do trabalho em tempo integral para garantir a qualidade, eficiência e segurança na produção. Os especialistas têm como suas principais funções observar as condições de trabalho, conversar com os trabalhadores e identificar potenciais problemas. É de sua inteira responsabilidade também se certificar de que os trabalhadores dispõem de vestuários adequados e equipamentos de segurança, os EPI’s, como capacetes, luvas e óculos de proteção. Além disso, os engenheiros de segurança asseguram que os equipamentos pesados são operados corretamente, em conformidade com as leis e normas da empresa.

O trabalho desempenhado por um engenheiro de segurança implica o desenvolvimento de melhores equipamentos e técnicas de fabricação dos produtos. Os engenheiros, por vezes, exercem suas tarefas em equipes para identificar os problemas nos sistemas já existentes e, caso seja necessário, projetam novos sistemas que fiquem de acordo com as necessidades de produção da empresa.

As companhias de seguros também empregam engenheiros de segurança para inspecionar as instalações. Nesse caso, os engenheiros atuam como consultores, prestando serviços às indústrias e fábricas, de pequeno, médio ou grande portes. Eles apontam os riscos potenciais e oferecem aconselhamento sobre como melhorar o conforto e a segurança dos trabalhadores. Os profissionais lançam mão dos modelos estatísticos e as escalas para analisar a segurança geral dentro do chão de fábrica. As estatísticas são usadas para que se possa determinar com maior exatidão as taxas de seguros e as políticas adequadas que a companhia de seguros deve oferecer aos seus clientes.

Um diploma de bacharel nessa especialidade de engenharia é o requisito mínimo de ensino para realizar a maioria dos trabalhos como engenheiro de segurança. Alguns empregadores, especialmente as companhias de seguros, preferem contratar engenheiros que apresentam graus de conhecimento e experiência e saúde ou de gestão da segurança. Com vários anos de experiência, um engenheiro pode ser capaz de assumir uma posição mais gerencial ou ser um alto executivo dentro de uma organização.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial