A Honda foi reconhecida pela CCA (Coalition for Clean Air), entidade ambiental californiana que se dedica ao controle da qualidade do ar, pelo desenvolvimento de produtos de força adequados às políticas de baixa emissão de poluentes, bem como por promover e divulgar as vantagens desses equipamentos para a sociedade.

Entre as inovações da Honda, destaca-se a introdução da tecnologia quatro tempos em todos os motores da linha de produtos de força, o que os tornou ainda mais eficientes, econômicos e ambientalmente limpos. A montadora também foi a primeira a oferecer motores quatro tempos mais leves e menos poluentes em substituição aos propulsores dois tempos adotados em alguns produtos portáteis, como as roçadeiras.

A Honda é atualmente a maior fabricante de motores do mundo - comercializou mais de 17 milhões em 2003. Do total, cerca de 30% foram destinados à ampla linha de produtos de força da marca, voltados ao uso doméstico, comercial e industrial, cuja tecnologia de ponta segue os mais rígidos padrões internacionais de emissão de poluentes.

No Brasil, a Honda comercializa oito modelos de motores estacionários, com potências que variam de 4 a 13 HP, duas séries de geradores (EP e EU), motores de popa com potência entre 2 e 225 HP, dois modelos de motobombas, de 2 e 3 polegadas, bem como dois modelos de roçadeiras: a lateral UMK 431 (31 cm³) e a costal UMR 431 (31 cm³).

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente