A General Motors (GM) vai investir US$ 210 milhões (cerca de R$ 630 milhões) para duplicar sua fábrica em Gravataí, na Grande Porto Alegre, onde é produzido o modelo Celta. As obras devem começar em 15 dias, segundo informações dadas ao governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, pelo diretor de Assuntos Institucionais da GM, Luiz Moan.

— Nossa estimativa é produzir cem mil unidades do novo produto a ser fabricado no Rio Grande do Sul (ainda não anunciado) já no primeiro ano de funcionamento da unidade ampliada — declarou Moan.

A GM também afirmou que desde o início de operações da fábrica de Gravataí foram criados 3.489 empregos diretos, incluindo os postos de trabalho nas empresas que operam dentro da unidade e nas prestadoras de serviços.

— Esta primeira etapa do trabalho de ampliação da produção da GM terá um reflexo positivo para a geração de empregos na fábrica, que já produziu mais de 413 mil veículos desde sua inauguração, há quatro anos — afirmou Rigotto.

Enquanto a GM planeja ampliar sua produção no Brasil, Hans Dermant, recém-eleito presidente da Opel — divisão européia do grupo — negocia a redução de benefícios trabalhistas para cortar custos, segundo divulgou ontem a revista “Automobilwoche”. Dermant também pretende flexibilizar o horário dos empregados, para cortar as horas extras.

Autor(es): O Globo

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia