Soldagem a laserSoldagem é um método de junção de duas ou mais peças de metal de mesma natureza, utilizando diversas técnicas, tais como solda MIG, TIG, MAG e solda a arco submerso. A soldagem a laser é outra técnica de solda bastante utilizada nas indústrias, especialmente nas metal-mecânica, siderúrgicas, automotivas e metalúrgicas, e utiliza feixes de laser de alta potência para aglomerar várias peças de metal de composições semelhantes.

O uso de um feixe de laser apresenta inúmeras vantagens, tais como soldas mais profundas, precisas e quase imperceptíveis devido à sua fonte de calor concentrado. Na indústria automotiva, a soldagem com feixes de laser é frequentemente aplicada quando se deseja procedimentos de solda rápidos e garantem muita segurança ao operador, além de bastante qualidade à soldagem.

O laser utilizado no processo de fundição e solda permite alta densidade e potência, o que resulta em calor localizado apenas nas zonas afetadas e, em seguida, permite uma alta taxa de aquecimento e refrigeração no local onde houve junção de partes. O tamanho do spot do laser mede entre 0,2 milímetros e 13 milímetros, no entanto, apenas os tamanhos menores são aproveitados para aplicações de soldagem.

A profundidade de penetração do feixe depende do ponto focal do laser e é proporcional à quantidade de energia fornecida. Na solda a laser, um feixe de laser pulsado ou contínuo é usado, e, para produzir soldas mais profundas, o laser contínuo é usado, mas apenas em materiais mais leves, tais como chapas finas, utilizando um laser pulsado com uma duração de tempo de milissegundos.

Existem dois tipos de lasers que são comumente utilizados: os lasers a gás e lasers em estado sólido. O primeiro tipo utiliza misturas de gases como o nitrogênio, hélio e dióxido de carbono, enquanto os lasers de estado sólido utilizam meios sólidos, como o cromo no óxido de alumínio, rubi sintético, de neodímio em vidro, bem como o cristal. Os requisitos de energia para lasers a gás são geralmente muito mais elevados do que os lasers em estado sólido, e podem chegar a 25kW.

Lasers em estado sólido têm comprimentos de onda muito menores que os lasers a gás, e os operadores precisam proteger seus olhos com óculos especiais ou telas especialmente desenhadas para evitar danos à retina ocular. Para focar o feixe de laser na área de solda necessária, as fibras ópticas são geralmente empregadas. Outro tipo de laser é o laser de fibra,usado para soldagem industrial e robótica e em manutenção de máquinas.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica