Sistemas hidráulicos - como prolongar a vida útilA razão mais comum para a deterioração dos sistemas hidráulicos é a contaminação do fluido hidráulico. Muitas vezes, alguns esforços são insuficientes na tentativa de remoção de substâncias contaminantes do líquido para evitar a substituição do fluido hidráulico e futuros problemas que acarretem falhas nos equipamentos industriais. Geralmente, a contaminação do fluido hidráulico é uma das principais razões do fraco desempenho do sistema durante um período de tempo, sendo necessário apostar em ações de manutenção não-planejadas, o que aumenta os custos com manutenção nas empresas.

Na maioria das vezes os contaminantes entram no sistema em forma de pó de metal ou borracha, além disso, a água e o ar aprisionado também contagiam o fluido. A fim de manter fluido hidráulico limpo, claro e livre de contaminações, é prudente inspecionar as amostras de fluido regularmente, principalmente durante as ações de manutenção planejada.

A contaminação do líquido também pode ser chamada de deterioração aditiva, uma vez que os aditivos são as principais fontes de fornecimento de petróleo com determinadas características específicas. Uma vez que esses aditivos são mais vulneráveis às alterações químicas e físicas, a sua deterioração pode resultar em degradação do fluido.

A deterioração dos fluidos no sistema hidráulico de bombas, motores e válvulas muitas vezes ocorre devido a temperaturas elevadas, portanto, é aconselhável manter a temperatura de funcionamento do fluido hidráulico bem abaixo dos 60 graus Celsius (140 graus Fahrenheit). Hoje em dia, a maioria das unidades de energia hidráulica é beneficiado com trocadores de calor, equipamentos de controles de temperatura e sistemas de refrigeração de máquinas.

A vida de um sistema hidráulico pode ser maximizada ao manter um controle regular sobre a pureza do fluido hidráulico. As duas coisas mais importantes que precisam ser estudadas e analisadas são os contaminantes dos fluidos e a composição química deles. Essa análise também pode ajudar na determinação da viscosidade exata do fluido, bem como a detecção de contaminantes existentes nele, tais como a água ou outras partículas estranhas.

Além disso, a avaliação do fluido também pode ser útil no cálculo da composição química do líquido a fim de saber se ainda pode ser usado por mais tempo ou não, sendo aconselhável a troca do produto. A avaliação cuidadosa de contaminantes e sua fonte dentro do sistema hidráulico é extremamente importante para impedir problemas ou minimizá-los no futuro, bem como prolongar a vida útil de um sistema hidráulico ao máximo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção