Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Como escolher um sistema CAD/CAM

Na hora de comprar um software CAD/CAM é preciso que a empresa contratante leve em consideração alguns itens essenciais para uma compra satisfatória.

Mais notícias relacionadas a automação industrial:

Manuseio automatizado de materiais
Exemplos incluem esteiras de transporte e robôs na linha de montagem.


Rede ágil em automação
Um componente importante de uma rede ágil é o elemento de automação. Todo o software ...


Novos transmissores da Honeywell melhoram eficiência da produção
SmartLine tem como objetivo promover a diminuição do custo total em cada ponto do ciclo ...


Como escolher um sistema CAD/CAMA seleção de um sistema CAD/CAM é um passo importante para qualquer projeto de fabricação em qualquer organização industrial. Combinando ferramentas de desenho industrial e outras técnicas, o software CAD/CAM é uma forma de sistema de controle de manufatura auxiliada por computador, uma forma de automação industrial que se tornou um grande diferencial no cenário industrial.

Nesse sentido, há muitas ramificações em todo o processo de produção, desde o início da fase de conceito do produto até o final do processo de fabricação. Para a maioria das empresas, a tecnologia CAD/CAM facilita a decisão de compra de software e se torna um evento único, em que provavelmente, a escolha do fornecedor do sistema é um fator a ser estudado e analisado em detalhes.

Como grande parte das empresas não conta com ampla experiência limitada na compra de um sistema CAD/ CAM, a empresa de consultoria selecionada precisa ser confiável, pois a adoção de um sistema CAD/CAM pode ser um fator decisivo, e que o sistema atua como um importante aliado no processo de fabricação das indústrias e companhias.

Saber como escolher um sistema CAD/CAM precisa levar em conta cinco critérios principais. Estes critérios estão listados em ordem de importância. Um número considerável de companhias coloca uma grande ênfase no custo inicial, que se sobrepõe a lista de características e benefícios. Nesta recomendação, a facilidade de uso é colocado em primeiro lugar:

- Facilidade de uso – produtividade
- Vendedor - estabilidade e longevidade
- Características - funcionalidade
- Custo - o custo total do sistema
- manutenção – atualização, suporte e custos de treinamento

Facilidade de utilização

Em termos práticos, a facilidade de utilização do sistema oferecerá um retorno sobre o investimento mais significativo. É aconselhável pedir ao vendedor para realizar a demonstrar do sistema de gestão e manufatura pretendido pela empresa contratante dos serviços. Dessa forma, é muito mais fácil comparar sistemas em uma peça que os funcionários já estão familiarizados com o novo sistema a ser implantado. Algumas empresas realizam um benchmark entre vários sistemas, para avaliar a medida de produtividade. Isso é fator problemático, uma vez que estes tipos de benchmarks competitivos são facilmente influenciados pelas habilidades individuais do CAD/CAM.

Estabilidade comercial da empresa contratada

Antes de fechar a contratação do sistema CAD/CAM, cabe certificar-se de que a empresa escolhida tem uma base financeira estável, e tem experiência no ramo industrial há pelo menos 10 anos. Uma das piores coisas que podem acontecer a um cliente que pretende utilizar o CAD / CAM é perder o suporte técnico para o seu software no meio do caminho, de uma hora para outra. Isso deixa os clientes inseguros e, eventualmente, o software passará a ser obsoleto caso não receba mais atualizações.

Características e funcionalidades

Muitos clientes potenciais do software CAD / CAM calculam o valor do seu software com base em uma longa lista de recursos, e tentam comparar com outros sistemas. Contudo, a terminologia usada para descrever certas funções varia de sistema para sistema. O fornecedor do sistema pode, intencionalmente ou não, omitir esse ponto, afirmando que as características e funcionalidades são semelhantes. No entanto, se os requisitos de trabalho são altamente especializados ou exclusivos para uma determinada indústria, faz-se necessário o exame cuidadoso e criterioso sobre a funcionalidade específica para garantir que o software selecionado realmente atenderá as necessidades de trabalho nas plantas industriais.

Custo

Este é um dos critérios mais fáceis de avaliar, embora pareça o mais complicado. A maioria dos softwares CAD/CAM é comercializada em uma base modular e nenhuma empresa deve comprar mais módulos CAD/CAM do que o necessário. Contudo, o contrato de prestação de compra deve conter uma cláusula que permita a inclusão posterior de outros módulos caso a empresa sinta necessidade. Atualmente, os preços desse tipo de software estão estáveis e não há muita variação de valores de um fornecedor para outro. Uma nota adicional: geralmente não é aconselhável comprar o software que foi licenciado para uma outra empresa, sem expressa autorização por escrito do fornecedor do software. Muitos contratos de aquisição de software proíbem a transferência de uma licença especial de uma empresa para outra, a menos que o software tenha sido transferido como resultado de uma aquisição ou fusão da empresa.

A manutenção, atualização/ suporte e treinamento

O software CAD/CAM Software é geralmente mais caro do que outro tipo de software e, por esse motivo, a manutenção ou atualização de dados também acaba sendo mais dispendiosos ao fazer a comparação com outros tipos de sistemas. A maioria dos softwares CAD/CAM precisa passar por uma atualização a cada 12-18 meses. Um treinamento deve ser oferecido pela empresa contratado logo na implantação do sistema na empresa contratante. E sempre que for necessário, a contratante pode solicitar novos treinamentos, especialmente a cada atualização do software.


Editora

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a automação industrial:

SKF lança rolamentos lineares de esferas recirculantes

A SKF traz para o mercado brasileiro os novos modelos rolamentos lineares de esferas recirculantes. Essa linha oferece muitas vantagens e já é considerada uma referência entre os usuários ...
Brazil Automation 2012 acontece em SP de 6 a 8 de novembro

O ExpoCenter Norte, em São Paulo, recebe em novembro a 16ª edição do maior evento de Instrumentação, Sistema e Automação das Américas e um dos ...
Diferenças entre manufatura enxuta e manufatura ágil

Existem muitas diferenças entre manufatura enxuta e ágil, incluindo estilo de produção, níveis de estoque e habilidades de personalização. A técnica de fabricação enxuta ...
Prós e contras da manufatura ágil

A fabricação ágil é uma estratégia de produção de negócios que utiliza peças modulares e automação, ao invés de um modelo de linha de ...
O que é simulação robótica

Simulação robótica é um método e um meio para testar o desempenho de componentes robóticos sem incorporá-los fisicamente em um robô. Normalmente realizado usando um tipo ...
Sistema flexível de fabricação

Um sistema flexível de fabricação (SFF) é um tipo de processo industrial que permite que o equipamento seja utilizado para mais do que uma função, embora possam estar ...
Tipos de sistemas de linha de montagem

Embora existam muitos tipos de sistemas de linha de montagem, algumas variações comuns incluem os modelos clássicos, automatizados, intermitentes e de manufatura enxuta. Estes sistemas de linha de ...

Automação Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Automação Industrial


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google