Os quatro processos mais comuns de soldagemNa indústria metal-mecânica, ou metalomecânica, há diferentes formas de se obter a soldagem de materiais de estruturas semelhantes, através de processos de fundição que garantem a qualidade da junção das peças metálicas. Tais processos de soldagem foram desenvolvidos com técnicas adequadas para cada tipo de união de metais, com as finalidades mais apropriadas para cada tarefa. Atualmente, entre os tipos de soldagem mais comuns utilizados nas indústrias se encontram: soldagem a arco manual, soldagem MIG, soldagem TIG e soldagem a arco com arame tubular.

A soldagem a arco manual (MMA ou SMAW) é um dos mais antigos processos de soldagem usados nos tempos atuais pelas indústrias siderúrgicas, de mineração e indústria automobilística. É um método muito satisfatório quando se trata de ser capaz de solda no local de trabalho, em uma loja, ou mesmo em casa. Os metais mais comuns soldados com base na solda a arco manual são o aço e o aço inoxidável. Apesar de a soldagem manual a arco ser capaz de soldar muitos outros metais, essa técnica tem se mostrado mais eficaz com metais como o aço.

Já a soldagem MIG (Metal Inert Gas) é considerado um processo de soldagem semi-automática. Seu apelo principal é a produção rápida e a facilidade de uso. Soldagem MIG é normalmente utilizada em fábricas, oficinas de fabricação e manufatura automotiva. Alguns dos principais benefícios desse tipo de processo de fundição é facilidade em manusear o equipamento de solda, baixos custos, processo automatizado, solda de boa qualidade, menor distorção de peças e ausência de remoção de escória. Os metais mais comumente solda MIG são de aço, aço inoxidável e alumínio.

A soldagem TIG (Gas Tungsten Welding) é conhecida pela qualidade da solda que produz. É também o processo mais difícil de operar e requer muita habilidade. A vantagem principal da soldagem TIG é que pode soldar qualquer metal conhecido. Mais comumente, esse processo de soldagem é utilizado em locais que necessitam de soldas de qualidade extremamente alta ou em metais exóticos, como o titânio.

A soldagem a arco com arame tubular nada mais é do que um processo de preenchimento de metais diferentes, sendo o mais rápido dos processos de soldagem mais comuns empregados nas indústrias nos dias de hoje. Por essa razão, é normalmente aplicada em qualquer lugar que precisa de quantidades enormes de soldas como em estaleiros, durante a construção dos navios e embarcações. Há desenvolvimentos atuais de outras ligas de aço e metais, contudo o aço é o metal mais amplamente soldado com esse processo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica