Seis Sigma – Corte de custos de manutenção em processos industriaisUma das maiores exigências nas indústrias, especialmente no setor de manutenção, é a redução dos custos de manutenção em todos os processos industriais. Através do aperfeiçoamento dos processos de produção, as empresas e os gestores podem começar agora a ver uma luz no fim do túnel, fazendo negócios e encontrando uma solução mais eficaz para reduzir os custos adotando programas de melhoria contínua. Seis Sigma é uma metodologia que visa limitar ou eliminar a variação dos padrões de fabricação de um produto como um meio de diminuir custos de produção, reduzir os retrabalhos, diminuir desperdícios de material e aumentar as receitas.

O método Seis Sigma foi desenvolvido originalmente em 1986 como uma maneira de prever os riscos potenciais na indústria transformadora. Usando os princípios do Seis Sigma, estes riscos foram quantificados e, em seguida, um plano foi criado para a redução deles. Os primeiros exemplos da utilização deste método relacionam-se aos defeitos de fabricação. Ao quantificar os processos envolvidos, qualquer fabricante poderia prever, avaliar, prevenir e mediar os riscos para eliminar ou reduzir os defeitos em peças. Hoje, o modelo Seis Sigma pode ser usado em uma ampla variedade de indústrias, como forma de quantificar o desempenho e os processos, melhorando toda a organização e suas práticas de avaliação de risco.

As mudanças de desempenho são medidos através do Seis Sigma e de análise de métricas, que permitem às empresas ver exatamente como estão os processos de fabricação, quais os custos de manutenção podem ser reduzidos ou eliminados e o que eles precisam fazer para chegar ao ponto ótimo. Os programas que estão atualmente em vigor utilizam todos os aspectos do Seis Sigma e Lean Manufacturing, juntamente com a Manutenção Centrada em Confiabilidade. Isto permite que as empresas tenham uma produção mais eficiente, segura e contínua, além de menos despesas de manutenção, com foco na manutenção preventiva e melhoria da confiabilidade do equipamento.

Contudo, para que o Seis Sigma seja um método de sucesso nos processos de produção, os funcionários devem ser devidamente treinados para a boa gestão de uma organização. Nesse quesito, as empresas precisam tomar para si a responsabilidade de organizar diversos treinamentos em Seis Sigma ao implementar essa metodologia de trabalho em todas as suas etapas: antes, durante e mesmo depois do método ser implantado na fábrica. O uso do Seis Sigma em conjunto com as ferramentas de treinamento é uma forma de tornar a empresa mais eficiente, produtiva e mais capaz de avaliar os diferentes processos em um método concreto, que oferece mais confiabilidade. O treinamento em Seis Sigma funciona, pois é composto de elementos muito básicos que qualquer organização pode adotar.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção