Como implantar o método Kanban na logísticaEm todo o mundo, grandes corporações já adotaram algum sistema de manufatura enxuta, seja com a ferramenta Kaizen ou com o método Kanban, ambos surgidos no Japão. Mas em um sistema de produção Toyota, esses métodos não pode existir sozinho, sem que haja uma análise total que facilite e execução do processo lean em geral. Em japonês, a palavra Kanban significa algo que é visível e pode ser considerado um meio para atingir o sistema Just-in-time (JIT) de produção. O método Kanban na logística é uma forma de otimizar espaço com a redução do estoque. Ele funciona com base no fato de que cada processo, em uma linha de produção, retira apenas o número e o tipo dos componentes que processo exige e no momento certo.

Assim como o Scrum, outro método muito utilizado pelas empresas para facilitar o controle de produção e de estoques, o Kanban é uma ferramenta de fácil assimilação por parte das equipes, onde o uso de cartões especifica cada etapa de produção, mas precisa ser implantada com base no comprometimento dos trabalhadores. Alguns das principais vantagens do Kanban é a produção ocorre somente quando é solicitado e na quantidade correta, o que torna muito mais fácil minimizar as flutuações de estoques e reduzir os custos com estocagem de matéria-prima e produtos acabados. Além disso, com a redução dos estoques, aumenta o espaço físico que poderá ser aproveitada para futuras instalações.

Outro detalhe importante é que o ambiente de trabalho se torna visualmente organizado, já que todas as peças são facilmente localizadas e o reabastecimento de material é feito de modo mais adequado, sem riscos de erros ou esquecimentos. Por isso, o sistema Kanban é também muito mais diretamente sensível à demanda dos clientes, pois é o nível de consumo deles que dita a velocidade e a quantidade de produção por parte da indústria.

O processo pode ser aplicado em qualquer departamento de uma empresa, mas antes é necessário fazer uma análise completa a fim de identificar quais áreas precisam de mais eficiência, incluindo setores como o de manutenção, vendas, serviços, engenharia de produção e até mesmo o setor de transporte e logística. Contudo, o sistema requer previstas programações de produção mensal e semanal. A ferramenta Kanban simplifica os processos com maior flexibilidade, e mudanças no cronograma de produção só precisam ser registradas durante o processo de montagem final. O efeito será a velocidade do fluxo através do sistema e, consequentemente, a otimização do tempo para a produção e manufatura dos produtos.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística