Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Santos recebe de encontro sobre oportunidades no setor de Petróleo e Gás Natural

O evento contou com a participação de autoridades e representantes de empresas multinacionais ligadas à indústria do petróleo.

Mais notícias relacionadas a petróleo & gás:

O que faz um corretor de petróleo
Assim como outros negociadores de títulos, um corretor de petróleo é pago por comissão


O que é um dessalinizador
Processo de dessanilização é geralmente a primeira etapa da cadeia do petróleo.


Total quer obter licença de exploração de gás e petróleo na Tanzânia
A Tanzânia planeja criar um fundo soberano que vai usar a crescente receita de óleo ...


Nesta quinta-feira, 27 de maio, a cidade de Santos sediou um dos mais importantes eventos do setor petrolífero do País. Com o intuito de atrair e cadastrar novas empresas fornecedoras de produtos e serviços para a indústria do petróleo, a Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, em parceria com a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP) e a Agência Paulista de Investimentos e Competitividade – Investe São Paulo – organizou o evento, ocorrido no Parque Balneário Hotel, que contou com empresários do setor, estudantes e demais interessados. Além de especialistas que abordaram o tema, exemplificando o papel de órgãos como o BNDES e o IPC dentro da cadeia produtiva do petróleo, especialmente porque eles possuem a função de suporte para pesquisas e desenvolvimento da indústria de exploração e produção petrolífera. Um valor estimado em cerca de 40 bilhões e dólares anuais é o valor de investimento estimado até o ano de 2014, para que as indústrias e operadoras possam adquirir produtos, bens e serviços em prol da produção de petróleo e gás natural no Pré-sal.

O evento começou com as honras e agradecimentos, feitas pelo secretário municipal de Assuntos Estratégicos, Márcio Antônio Rodrigues de Lara. O secretário destacou a importância do evento como forma de abordar as oportunidades que surgirão para que as empresas fornecedoras possam fazer parte do desenvolvimento da região. “O evento sobre Oportunidades de Negócios no Setor de Petróleo e Gás Natural que acontece hoje em Santos está inserido nos esforços do governo em prol da qualificação profissional e do aperfeiçoamento das empresas que prestarão serviços às operadoras. Em seguida, foi a vez do Diretor regional da Ciesp de Santos ressaltar a importância do Estado de São Paulo por todo apoio dado às indústrias, salientando também o papel do Presidente da Fiesp, Paulo Skaf para que a região possa obter vantagem com a exploração do petróleo e acrescentou: “O petróleo é uma forma de distribuir progresso”.

O vice-presidente da Associação Comercial de Santos, Vicente do Valle também falou sobre a importância que Santos e as cidades vizinhas apresentam. “A região vem recebendo grandes destaque com potencial de desenvolvimento em P&G”. O diretor regional da UNIP – Universidade Paulista – Edson Monteiro falou da importância das faculdades para a formação dos futuros profissionais para o mercado de trabalho que se abre para toda a Baixada Santista. “O objetivo é que as empresas que estão neste negócio possam se utilizar dos profissionais capacitados formados na região”, esclareceu Monteiro. O prefeito da cidade de Santos, João Paulo Tavares Papa também esteve presente no evento e falou que Santos está passando por uma verdadeira transformação cultural, social e econômica por conta dos descobrimentos de novos poços de petróleo na região do Pré-sal. “Estamos participando de uma transformação completa em toda a Baizada Santista, com oportunidades concretas e positivas, que requerem ações articuladas”.

De acordo com o prefeito Papa, Santos e região apresentam toda a infra-estrutura necessária para apoiar e receber a indústria petroleira, pois contam com boa relação com a Petrobras e com seus fornecedores, além de universidades preparadas para treinar seus alunos, qualificando-os cada vez mais como futuros profissionais que poderão ser aproveitados. “Aqui temos gente preparada e pronta para responder em prol do desenvolvimento nacional”. Papa também explanou sobre as parcerias entre Petrobras e escolas técnicas locais para criar cursos que visem à formação de profissionais qualificados, sem contar que o Porto de Santos foi a grande escola que proporcionou experiências e ampliou a capacidade de todos para criar condições de pleno desenvolvimento.

O secretário de desenvolvimento do Estado de São Paulo, Luciano Almeida, salientou que “falar de petróleo e gás já é redundância na Baixada Santista”. O secretário de desenvolvimento do Estado lembrou que várias ações já foram planejadas com base em estudos do governo sobre todos os impactos que a exploração de petróleo na Bacia de Santos e no Pré-sal trariam, como a partilha dos royalties, crescimento da população, bem-estar dos moradores, riscos de migração desordenada, indústria naval e offshore, capacitação de mão-de-obra, questões macro-regulatórias, entre outras.

Ao chegar a vez da Engenheira Helena Regina Fonseca Coelho, representante da ONIP, todos os empresários de fornecedoras presentes puderam conhecer as regras para o cadastramento das empresas no Cadfor, um cadastro desenvolvido pela ONIP em parceria com as nove grandes operadoras de petróleo internacionais – Anadarko Exploração e Produção, BG Brasil, Shell Brasil, Statoil, Repsol Brasil, Devon Energy, Maersk, Chevron Brasil e El Paso Óleó e Gás. Além de todos os requisitos essenciais para o cadastramento, a engenheira falou sobre a importância de todas as fornecedoras passarem as informações corretas solicitados no site da Cadfor, www.cadfor.com.br.

Também participaram do evento autoridades como o Secretário Executivo da Cespeg, José Roberto Santos, o Engenheiro Rogério Londero Boeira, do Departamento de Petróleo e Gás do BNDES e o vice-presidente da Statoil Brasil, André Leite, que lembrou que, além da Petrobras, também existem outras operadoras competentes na exploração do petróleo, como a própria Statoil, multinacional norueguesa que se instalou no Brasil há cerca de quatro anos. “A Statoil atua com o mesmo comprometimento e responsabilidade social que a Petrobras, mas ainda falta competitividade no setor”, observou.


Editora

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a petróleo & gás:

Acúmulo de gás foi causa de explosão no México

As autoridades mexicanas disseram que um acúmulo de gás levou à explosão na semana passada, que matou 37 pessoas na sede da Petróleos Mexicanos. Esta é a explica ...
Irã será exportador de gasolina no próximo ano, diz Qasemi

O Irã planeja se tornar uma das maiores nações exportadoras de gasolina dentro de meses, apesar das sanções contra o país, disse o ministro do Petróleo ...
Lucros da Exxon sobe nos EUA

A Exxon Mobil Corp, a maior empresa do mundo de energia em valor de mercado, disse que o lucro do quarto trimestre teve a maior alta dos últimos cinco anos ...
Características de matéria volátil

Matéria volátil é qualquer substância que tenha uma tendência para vaporizar dadas as condições adequadas. A volatilidade da substância é medida pela sua pressão de ...
Como é feito o armazenamento de GNL

Quando o GNL (Gás Natural Liquefeito) é recebido na maioria dos terminais, é transferido para os tanques de armazenamento isolados, que são construídos especificamente para segurar o GNL. Estes ...
Noções básicas sobre Gás Natural Liquefeito (GNL)

O Gás Natural Liquefeito, ou de GNL, é o gás natural em sua forma líquida. Quando o produto gasoso natural é resfriado a menos 259 graus Fahrenheit (ou -161 ...
Extração de óleo

Os trabalhadores da indústria de petróleo e gás, incluindo engenheiros e geólogos que encontrar petróleo bruto e gás natural, supervisores da obra que supervisionam ...

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google