Pode-se dizer que o vidro temperado é um tipo de vidro de segurança, normalmente usado onde a segurança humana é uma preocupação e também uma prioridade. Em certos tipos de construção e até mesmo na indústria o vidro temperado garante maior proteção aos operários, pois ao quebrar, ele se transforma em pequenas partículas, em vez de ficar em pedaços. Embora pareça indistinguível de vidro normal, o vidro temperado é cerca de 4-5 vezes mais forte do que o vidro convencional em razão de um tratamento térmico. Amplamente utilizado na construção civil e para decoração, o vidro jateado e temperado também acaba sendo aplicado como suprimento no setor automotivo, eletrônico e em outras indústrias.

Portas, janelas, vidros em entradas do edifício, portas de correr, garrafas de café, forno de janelas, louças, telas de computadores, telas de telefones celulares, máscaras de mergulho e telas de microondas são todas feitas de vidro temperado, o que garante maior segurança e menor risco de acidentes caso alguma peça desse tipo venha a se quebrar. Os códigos de construção de edifícios públicos, muitas vezes requerem a utilização de vidro temperado na construção civil. Uma das poucas desvantagens do vidro temperado é a tendência de quebrar com certa facilidade, mesmo com pouca pressão aplicada ao material. Outra questão em relação à desvantagem do material é o preço do vidro temperado, um pouco mais oneroso do que o vidro comum.

O vidro torna-se temperado porque ocorre um processo de aquecimento e refrigeração com extrema rapidez. Em primeiro lugar, um painel de vidro padrão é cortado, lavado, polido e inspecionado. Em seguida, o vidro é aquecido a 620 º C em um forno de têmpera por um curto período de tempo. Quando ele sai do forno, o vidro é prontamente extinto com explosões de alta pressão de ar frio. Este processo de resfriamento reduz a temperatura do vidro exterior, enquanto o centro permanece aquecido.

Embora o vidro temperado seja muito mais forte do que o vidro normal, ele é usado somente para as janelas laterais e traseiras dos carros. O pára-brisa dianteiro é composto por duas camadas externas de vidro e uma camada interna de vinil transparente. Se quebrado, o vidro se agarra ao vinil em vez de cair sobre os passageiros. Nesse caso, revestimentos e laminados são por vezes aplicados para evitar arranhões.


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais