Forjamento de alumínio na indústriaO forjamento de alumínio é um processo metal mecânico no qual o alumínio é aquecido e, a ele, é dado uma forma bastante peculiar através da aplicação de uma força apropriada da compressão, normalmente usando uma ferramenta adequada, como um martelo industrial. O processo de forjamento reforça o metal por não alterar a sua estrutura de grão, e é uma forte alternativa para soldagem e fundição de metais. O alumínio forjado apresenta uma boa resistência à fratura, bem como boa condutividade elétrica, além de ser bem mais econômico que outros tipos de metais forjados.

Alguns componentes para automóveis que são confeccionados em metais e alumínio forjado incluem bielas, virabrequins, eixos, vigas, pistões, eixos de rodas, braços de direção e outros. Os materiais forjados são também utilizados em diversos tipos de aviões e helicópteros, portanto são essenciais na indústria aeronáutica e até mesmo na indústria automobilística. Demais instrumentos e dispositivos aproveitados no cotidiano, como chaves, martelos, alicates, ferramentas de jardinagem e instrumentos cirúrgicos são quase sempre produzidas através de processo de forja.

Peças forjadas de alumínio vêm em uma variedade de formas, tais como anéis, cilindros, barras, blocos, discos, luvas, flanges, e muito mais. Uma aplicação muito comum na indústria é o alumínio forjado a frio, utilizado na produção de peças industriais que tenham recursos complicados, tais como componentes de suspensão e de direção em peças de equipamentos automotivos. Os metais forjados a frio compostos por alumínio e aço são produzidos em temperaturas que variam desde a temperatura ambiente até a graus bastante elevados. O processo de forjamento de alumínio cria uma estrutura sofisticada que melhora as propriedades físicas do metal, aumentando a sua resistência e melhorando as propriedades mecânicas, com a redução do seu peso. Além de serem eficientes e oferecerem desempenho confiável, as peças forjadas de alumínio também são altamente rentáveis.

A vantagem do forjamento

Com o processo de forjamento, as peças, muitas vezes, apresentam maior qualidade e maior resistência do que as peças produzidas por processos alternativos de usinagem. O processo de forjamento dispõe de: força de impacto máxima, resistência à fadiga e melhores propriedades mecânicas. Além disso, conta com resistência estrutural que caracteriza uma integridade ímpar, o que elimina orifícios internos que podem causar falhas futuramente.

Os forjados resistem a condições rigorosas em que placas de soldagens usinadas algumas vezes falham. Comparado à fundição, o forjamento propicia menos defeitos e melhor resposta ao tratamento térmico. Comparado com a soldagem, o material forjado oferece qualidade superior e propriedades metalúrgicas mais consistentes em uma peça com design único.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica