Dinamômetro hidráulico e suas aplicaçõesOs dinamômetros hidráulicos são ferramentas de controle e instrumentação que medem a potência de um motor usando uma célula cheia com um líquido para aumentar a sua carga. Dinamômetros ou dinos são amplamente utilizados em aplicações para medição em veículos automotores porque a capacidade de determinação das medidas do torque, velocidade de rotação máxima e absorção de potência máxima é importante e valiosa para a indústria automobilística, assim como para os consumidores finais desses automóveis de passeio.

Dinamômetros hidráulicos industriais são instrumentos fixos e obtém medidas sem necessidade de remoção do motor. Estas máquinas são também chamadas de dinamômetros de freio de água, porque usa água ou óleo na célula de carga. Eles são capazes de criar diferentes cargas sobre o motor, bem como manter uma taxa de RPM constante durante o teste, ao contrário do dinamômetro de inércia ou do dinamômetro de chassis. Devido a isto, estes dispositivos são frequentemente aproveitados na indústria para solucionar problemas de afinação do motor e determinar se uma determinada função não sendo executada da forma correta.

No entanto, o dinamômetro industrial hidráulico não é mais complicado do que os sistemas que utilizam barris de rolamento devido à forma como o dino é anexado. Além disso, é preciso um esforço maio no sentido de coletar e decifrar dados, porque a maioria dos instrumentos existentes são dinamômetros hidráulicos analógicos. Apesar das dificuldades de não se contar tanto com dinamômetros digitais, estas máquinas ainda se caracterizam como as mais seguras e precisas na medição de potência do motor em automóveis, aviões, navios e para medir correntes ou correias de transmissão, engrenagens, sistemas hidráulicos, sistemas de gás ou diesel ou transmissões de veículos e motocicletas.

Por causa do tempo e do esforço necessários para criar um dinamômetro de modelo hidráulico, os dinamômetros de inércia são mais populares, contudo, ambos têm vantagens e desvantagens. Tanto o dinamômetro de inércia quanto o hidráulico são os tipos de dinamômetros de chassis, pois o veículo é mantido intacto durante o teste. Já o dino de torque de motor exige que o motor seja removido do carro, por exemplo, para que ele possa ser testado. Isso proporciona uma leitura mais exata, pois o sistema não precisa perder de 15% a 20% de energia devido ao atrito com o trem de acionamento.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Controle & Instrumentação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Controle & Instrumentação