Indústrias de autopeças e fabricantes de componentes de máquinas dispõe agora de avançado processo de fabricação, não poluente e de alta produtividade; trata-se de um processo para aprimorar a produção de peças sinterizadas, aumentando a qualidade dos produtos e diminuindo seu tempo de fabricação. Esta nova tecnologia, um avanço na área metal-mecânica, foi desenvolvida por pesquisadores brasileiros.

O projeto, realizado entre a empresa Lupatech S.A e o Laboratório de Materiais do Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina, consiste em retirar o ligante de peças metálicas moldadas por injeção de pós através da tecnologia de plasma.

A sinterização é um processo de fabricação no qual o metal em forma de pó é acrescido de um ligante, e posteriormente moldado em uma matriz. Após a moldagem, as peças são finalizadas através de aquecimento a pressão e temperatura controladas. Junto com o aquecimento ocorre a extração do ligante acrescido anteriormente ao metal.

O invento já foi patenteado pelo escritório Antonini Invenções no Brasil e no Exterior, os Estados Unidos e a Europa.

Autor(es): Antonini Invenções

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação